sábado, 28 de março de 2015

.TÓQUIO-TSUKIJI FISH MARKET, MINATO E SHINJUKU


À semelhança do dia anterior,hoje voltei a acordar cedo.Hoje o objectivo é visitar o famoso mercado de peixe de Tsukiji.
Quando deixei o hotel por volta das sete da manhã a desilusão não podia ser maior,o frio continuava e para piorar as coisas chovia a potes!
Passei numa das milhares de lojas de conveniência que existem por toda a cidade para comprar um pacote de bolachas e aproveitei para tomar o pequeno almoço.
Depois de comer uma sandwish e beber um café,segui em direção à estação de metro de Akihabara.

sábado, 21 de março de 2015

.TÓQUIO-UENO,ASAKUSA E SUMIDA


Muito por causa do maldito jet-lag acordei bastante cedo.Com mil cuidados vesti-me silenciosamente para não acordar os meus "vizinhos" que ainda dormiam nas outras capsulas e saí à rua cheio de vontade de explorar a capital japonesa.
O dia tinha amanhecido cinzento.O sol aparecia de vez em quando para dizer um tímido olá,mas sem nunca conseguir fazer subir a temperatura.A verdade é que estava frio e fui mesmo obrigado e vestir uma t-shirt extra e a meter um gorro na cabeça que felizmente tinha trazido por precaução.

terça-feira, 17 de março de 2015

.TÓQUIO-PALACIO IMPERIAL E AKIHABARA




Esta e as próximas crónicas sobre o Japão serão escritas na primeira pessoa.
Depois de doze anos a viajar juntos esta foi a primeira vez que "parti" sem a minha companheira habitual.
Posso dizer que inicialmente foi estranho programar e organizar uma aventura no singular,mas vendo bem as coisas este "impedimento" acabou por se transformar numa oportunidade única.A verdade é que sempre tive vontade de me lançar sozinho numa aventura e o Japão era o país perfeito.
Sendo assim...siga!

domingo, 1 de março de 2015

.ANGKOR-UM LOCAL MÁGICO


Provavelmente esta crónica é,de todas as que tenho publicado,aquela que escrevo com mais entusiasmo.
Escrever sobre Angkor é escrever sobre algo mágico.Este é daqueles locais que na nossa opinião todas as pessoas deveriam ter a oportunidade de visitar pelo menos uma vez na vida.Nós já lá estivemos duas vezes e com certeza que voltaremos no futuro.
Acho que todas as palavras e todas as frases que possa dizer,nada vai poder descrever as emoções que sentimos ao percorrer as ruínas de centenas de templos que outrora fizeram parte da gigantesca antiga capital Khmer.
Esta crónica é uma espécie de roteiro que vos vai ajudar a gerir o vosso tempo e a escolher quais os locais a visitar.