sábado, 19 de novembro de 2016

ILHA DE MAAFUSHI - A OUTRA FACE DAS MALDIVAS

Roteiro Maldivas, hotéis Maldivas, O que visitar nas Maldivas, Maafushi - Maldivas

Ninguém diria que estou nas Maldivas... aquele local onde tudo é chique.
Cheguei ontem ao final da tarde e esta noite acabei por dormir poucas horas. O maldito jet-lag fez-me madrugar!
Encontro-me sentado na esplanada do hotel que servirá de abrigo nos próximos dias.
Para já, o mar incrivelmente azul que tenho diante mim, é o único sinal que me permite ter a certeza que me encontro naquele destino de luxo banhado pelo Oceano Indico, que segundo dizem, só ser acessível a certas carteiras.

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

MONTE BROMO - ILHA DE JAVA (INDONÉSIA)


Alguém bate à porta do quarto e interrompe o nosso sono que ainda agora começou. Ao longe oiço vozes mas não faço caso. 
-"Devem ser alguns hóspedes que estão a chegar agora".
Está frio e aconchego-me debaixo dos cobertores na esperança de conseguir dormir mais um pouco.
Voltam a bater, agora com mais força e lá fora alguém grita: "Está na hora! Temos de ir."
É-nos impossível ignorar aquela chamada.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

VISITAR O TEMPLO DE BOROBUDUR - ILHA DE JAVA (INDONÉSIA)


Ainda é noite cerrada. Deixámos Yogyakarta à meia dúzia de minutos e percorremos agora as estradas pouco iluminadas do sul da Ilha de Java.
No dia anterior a dona do hotel onde ficámos, falou-nos de um sítio fantástico onde poderíamos assistir ao nascer do sol, tendo o Templo de Borobudur como pano de fundo. Acertámos um preço aceitável pelo serviço e agora lá vamos nós a caminho desse local com vista para o paraíso.
A expectativa é grande, tal como o sono que sentimos e que nos faz fechar os olhos de vez em quando.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

COMPLEXO DE TEMPLOS DE PRAMBANAN - ILHA DE JAVA (INDONÉSIA)


Agora sim,estamos finalmente na Indonésia. Que tenha inicio mais uma aventura!
Ás primeiras horas da manhã aterramos no Aeroporto de Yogyakata.
De mochila ás costas saímos para o exterior do pequeno terminal onde o calor abrasador nos deixa meio combalidos. Em poucos minutos começamos a sentir o suor escorrer ao longo do corpo.
Por mais que uma vez somos abordados pelos taxistas que nos oferecem os seus serviços. Recusamos, pois o objectivo é outro. Queremos apanhar o autocarro.
Os nossos olhos buscam a paragem que não deve ficar longe.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

PORTUGUESE SETTLEMENT - A HERANÇA PORTUGUESA EM MALACA


"Se querem ir ao Portuguese Settlement o melhor é apanharem o autocarro, ainda é longe"
Foram estas as palavras do senhor do supermercado ao lado do hotel onde parámos para comprar água.
"Autocarro? Não é bem esta a nossa ideia".
Temos tempo. Guardámos dois dias para explorar a cidade e não estamos com muita vontade de nos enfiar dentro de um autocarro.
"Queríamos mesmo ir a pé".
"Olhem que é longe. A pé vão levar talvez uma hora".