quinta-feira, 23 de abril de 2020

.ESCÓPIA - À DESCOBERTA DA CAPITAL DA MACEDÓNIA DO NORTE


Muito li e ouvi sobre a capital da Macedónia do Norte e grande parte dos adjetivos a ela dirigidos pouco ou nada abonavam a seu favor. Falava-se de uma cidade artificial, com edifícios e monumentos construídos de forma desproporcional, completamente desfasados da realidade local.
Rapidamente as expectativas que trazíamos na bagagem acabaram alinhadas com a realidade testemunhada, dando-nos a sensação de que a cidade tudo fez para crescer de forma precoce, tentando desta forma marcar uma posição de destaque no panorama europeu.  
Ainda assim e depois deste primeiro impacto pouco positivo fomos descobrindo uma urbe que se orgulha do seu passado mas que acima de tudo se encontra visivelmente orientada para os tempos que se avizinham. 
O turismo que parece ser uma das novas ambições da nação, surge ainda como um tema pouco entranhado na vida social das gentes locais que nos olham com uma certa desconfiança, mantendo as devidas reservas no que diz respeito a um contacto mais estreito com aqueles, que para eles, chegam de uma realidade distinta. É talvez este lado mais genuíno do povo, não só de Escópia mas também de toda a Macedónia, que fazem deste um país especial. Um destino diferente, que poderá não ter o romantismo de Paris, a personalidade de Berlim ou o encanto de Madrid, mas é definitivamente um local fora da caixa, perfeito para todos aqueles que procuram algo diferente, afastando-se da cada vez maior saturação das grandes cidades europeias.
Para além da quase ausência de turistas destacamos também os preços pouco ou nada inflacionados, assim como a vertente histórica e cultural de um dos mais recentes países da Europa.









Visitar a capital da Macedónia do Norte foi uma oportunidade que surgiu de forma inesperada mas que fizemos questão de aproveitar. Agora e já no conforto do lar congratulamos-nos por ter tirado o máximo partido desta experiência que nos proporcionou uma mão cheia de estórias que certamente iremos relembrar nos anos que se seguem.

O QUE VISITAR EM ESCÓPIA? 
AS NOSSAS SUGESTÕES:

.PRAÇA DA MACEDÓNIA
Esta é uma das áreas públicas que tem gerado alguma polémica, muito por culpa das recentes construções aí erguidas que pelo seu aspeto megalómano são motivo de critica de grande parte dos habitantes locais. Um dos exemplos da desproporção arquitetónica que desagrada a quem por ali vive é a vistosa fonte encabeçada por uma estátua equestre que segundo dizem é uma representação de Alexandre o Grande. Apesar da discórdia, nós achámos o espaço agradável e um ótimo ponto de partida para se lançar à descoberta da capital. 




.PORTA DA MACEDÓNIA
Mais uma obra controversa que nasceu aquando da criação do projeto de modernização da cidade designado por Escópia 2014. A Porta da Macedónia é uma espécie de Arco do Triunfo erguido para comemorar os vinte anos de independência do país, mas que na realidade parece não agradar à maioria das pessoas que vivem na cidade. Ainda que atualmente os habitantes pareçam estar lentamente a aceitar esta nova face, ouve tempos em que o monumento acabou mesmo por ser totalmente graffitado numa ação de protesto contra as mudanças arquitetónicas que o governo implementou na capital.




.CASA/MEMORIAL MADRE TERESA
Regresse à Praça da Macedónia e mantenha-se mais um pouco nesta zona da capital. Caminhe cerca de cinco minutos de forma a que possa conhecer a casa/memorial dedicada a uma das figuras mais marcantes do país. A Madre Teresa de Calcutá é uma das filhas da cidade e neste pequeno museu pode ter acesso a uma boa parte da história da sua vida assim como documentos e fotografias pertencentes a esta missionária religiosa que dedicou parte da sua vida a ajudar os mais necessitados.




.PONTE DE PEDRA
Já de olhos postos nos imponentes edifícios situados na margem esquerda do rio Vardar, caminhe um par de metros sobre esta que é a mais antiga ponte da cidade. Segundo os registos, a sua construção aconteceu à cerca de quinhentos anos e hoje, apesar da idade, é uma das obras que resistem ao avanço da vertente moderna que tem invadido a capital.
Não a atravesse por completo uma vez que ainda há mais motivos de interesse na margem direita que merecem a sua visita. 




.MUSEU DA CIDADE DE ESCÓPIA
A uma curta distância da Ponte de Pedra encontra-se este museu que lhe dará a oportunidade de entrar em contacto com alguns dos mais marcantes momentos da cidade desde a sua origem até à atualidade. O museu está instalado onde outrora funcionava a estação ferroviária. Aquando da nossa passagem o espaço estava maioritariamente ocupado por uma incrível exposição de fotografia que nos ajudou a compreender melhor a evolução histórica não só de Escópia mas também do país. 




.IGREJA DE S. CLEMENTE 
Ainda que se situe um pouco distante dos locais que visitou até aqui, acreditamos que pela sua beleza, a Igreja de S. Clemente merece que faça uma curta caminhada para que se deslumbre com o seu incrível interior. Os inúmeros painéis com detalhes dourados ou o enorme candelabro que pende sob a cúpula central fazem deste um dos mais bonitos locais de culto da capital da Macedónia.




.PONTE DAS CIVILIZAÕES
Depois deste primeiro contato com a capital da Macedónia, está agora na altura de atravessar o Rio Vardar. Faça-o pela Ponte das Civilizações, local onde se cruzará com várias dezenas de estátuas que representam figuras importantes da história do país. No momento em que terminar a travessia estará ás portas do próximo local que sugerimos visitar nesta passagem pela cidade.




.MUSEU ARQUEOLÓGICO DA MACEDÓNIA
Para lá das paredes deste enorme edifício encontram-se alguns dos mais valiosos tesouros arqueológicos encontrados um pouco por todo o território nacional. Peças históricas que nos transportam para vários períodos do passado do país. Esta é outra das construções que fazem parte do projeto Skopje 2014 e que muita controvérsia ainda gera na população local.




.PRAÇA PHILIP II
Ainda que de já tenha alimentado o olhar com as varias de obras de aspeto megalómano que consigo se cruzaram nesta curta incursão pela capital da Macedónia, sugerimos que não deixe passar a oportunidade de apreciar mais uma amostra da audácia arquitetónica que pouco a pouco tem vindo a ganhar força nesta área da cidade. Mais uma vez são as estatuas de tamanho fora do comum que sobressaem neste espaço que assinala a fronteira entre a zona nova e a zona velha da cidade.





.IGREJA DE S.DEMÉTRIO
Esta igreja é o exemplo perfeito de que não se deve julgar o conteúdo pelo aspeto ou pelo tamanho da embalagem. Escondida num dos flancos da Praça Philip II a Igreja de S. Demétrio é um verdadeiro tesouro e um importante marco religioso para os crentes ortodoxos. Se tal como nós tiver a oportunidade de visitar este local sem a presença de outras pessoas acredite que a experiência ganhará uma dimensão ainda mais especial.  



 
.FORTALEZA DE ESCÓPIA
Uma caminhada de não mais de quinze minutos irá conduzir o visitante ao ponto mais alto da cidade, onde se encontra a antiga fortaleza que em tempos guardava e "defendia" toda esta região.  Ainda que pouco se reste da construção original, vale a pena visitar este local de forma a ter um pouco mais de conhecimento sobre o passado do país. Para além da importância histórica, este local presenteia quem por ali passa com as melhores vistas sobre a cidade. 




.OLD BAZAAR
Seja bem vindo ao centro histórico da cidade. Assim que penetra deste infindável emaranhado de ruas, ruelas e recantos onde terá a oportunidade de sentir o ambiente típico desta região da Europa. Aqui as construções não de pequeno porte, muitas delas ocupadas por lojas, restaurantes e cafés onde sugerimos que faça uma pausa de forma a degustar um delicioso chá. A área total não é muito grande, portanto, caminhe calmamente e não tenha medo de se perder, pois só assim irá descobrir os mais bonitos e valiosos recantos desta que é a mais carismática área de Escópia. A Mesquita Arasta, a Mesquita Murat Pasha ou a Igreja Sveti Spas são alguns dos pontos de interesse que deverão constar na lista de todos os que visitam o Old Bazaar.




ONDE DORMIMOS EM ESCÓPIA

A nossa passagem por Escópia iria ser curta e impunha-se que ficássemos hospedados numa área central, de forma a tentar aproveitar ao máximo os dois dias que tínhamos para conhecer a cidade.  
Gold Hotel foi o local escolhido e surpreendeu-nos pelo ótimo serviço e pelas suas valências que proporcionam ao hóspede uma estadia confortável. 
O quarto que nos foi atribuído era enorme e decorado de forma clássica, onde os tons  dourados têm um papel de destaque e que acabam por fazer jus ao nome do hotel. O espaço é complementado com um mini-bar, uma televisão, uma secretária e um roupeiro com bastante arrumação. Destacamos também o bem composto pequeno almoço servido no último piso do edifício de onde o hóspede tem uma vista desafogada de grande parte da zona antiga da cidade. A primeira refeição do dia está disponível em modo buffet e é bastante diversificada, recheada de produtos apetitosos que vão desde as frutas, pastelaria variada, queijos, carnes frias, ovos mexidos, cereais, compotas, sumos, chá, café e o típico Burek.
.A Crónica completa sobre a nossa estadia no Hotel Gold pode ser lida AQUI.





  Pode acompanhar as nossas viagens e ver as fotos deste e de outros destinos na pagina do Diário das Viagens no Facebook.

Sem comentários:

Publicar um comentário