quinta-feira, 25 de maio de 2017

.10 CIDADES A NÃO PERDER NO NORTE DE ITÁLIA


A Itália sabe-nos bem!
Depois de diversas escapelas de fim de semana, achámos que já era altura de conhecer de forma mais aprofundada, este que é um dos nossos países favoritos na Europa.
Os 12 dias que dispúnhamos afiguravam-se escassos para tantos locais, experiências e objectivos, e como sempre acontece, fomos obrigados a efectuar algumas cedências.
A escolha não foi fácil mas depois de muita ponderação, idealizamos um roteiro ambicioso que nos levaria a conhecer e revisitar algumas das mais bonitas cidades do norte deste país fantástico.

Outra questão que se impunha tinha a ver com o meio de locomoção escolhido para viajar dentro do país. Inicialmente chegámos a equacionar alugar um carro, mas no final optámos pelo excelente sistema ferroviário existente em Itália e todas as deslocações foram inteiramente efectuadas de comboio,que se revelou bastante prático, cómodo e pontual.


-10 CIDADES A NÃO PERDER NO NORTE DE ITÁLIA

.MILÃO
Uma cidade grande com um ambiente cosmopolita e onde a moda desempenha um papel importante no modo de vida dos seus habitantes.
No que diz respeito ao turismo, o chamado centro histórico é sem duvida a zona mais procurada pelos visitantes, encontrando-se concentrada numa área relativamente pequena,que se percorre facilmente a pé e num único dia.



.VERONA
Nesta cidade o turismo vive essencialmente em torno das imagens de Romeu e Julieta, imortalizadas pela famosa estória de amor de William Shakespeare.
Contudo Verona é muito mais que uma estória de amor, é uma cidade cheia de atrativos e de tesouros prontos a serem descobertos.
Um dia é o tempo que sugerimos para ficar a conhecer minimamente os principais pontos turísticos.
A crónica completa sobre a nossa passagem por Verona pode ser lida AQUI.



.VENEZA
A beleza desta cidade que parece flutuar nas águas da lagoa é inquestionável e atrai milhares de visitantes que aqui chegam diariamente e se lançam à conquista das ruas, ruelas e canais que compõem este autêntico labirinto.
As incontornáveis gondolas, a Piazza San Marco ou as Ilhas de Murano, Burano e Torcello são só alguns dos atrativos que merecem ser visitados durante uma passagem por Veneza.
Aconselhamos dois dias para conhecer a cidade e um para ser dedicado ás ilhas adjacentes.
A crónica sobre a nossa passagem por Veneza pode ser lida AQUI.



.PÁDUA
De todas as cidades que visitamos durante esta viagem, talvez tenha sido esta a que menos nos impressionou. 
Pádua é sobretudo um centro estudantil, onde o ambiente metropolitano se mistura de forma desequilibrada com bonitos edifícios históricos, Palazzos e Piazzas onde na nossa opinião falta o carisma que testemunhámos por exemplo em Bolonha, Siena ou Florença.
Para nós, um dos pontos altos da visita foi a belíssima Basilica di Santo António, erguida em honra do santo que tal como em Lisboa, também aqui é venerado de forma especial.
A cidade percorre-se facilmente a pé e um dia é suficiente para ficar a conhecer os principais pontos turísticos.
A crónica sobre a nossa passagem por Pádua pode ser lida AQUI.



.BOLONHA
Uma cidade com uma energia muito própria e repleta de edifícios seculares que nos transportam para outros tempos.
As arcadas que se estendem um pouco por toda a parte, são talvez a principal imagem de marca desta cidade que nos foi conquistando à medida que íamos percorrendo as suas ruas, onde o tom vermelho se encontra presente na maioria das construções.
Bolonha deu-se a conhecer sem rodeios nem vergonhas. Fizemos questão de acordar com ela, e com a sua conivência assistimos aos momentos em que se punha bonita para receber quem a vem visitar.
É verdade que não foi amor à primeira vista mas pouco a pouco a cumplicidade foi crescendo e no momento que nos despedimos, percebemos o quão especial é esta cidade.
A crónica sobre a nossa passagem por Bolonha pode ser lida AQUI.



.MÓDENA
A visita à cidade de Módena foi para nós uma decisão de última hora, uma vez que se encontrava no caminho entre Verona e Bolonha. A passagem foi de certa forma rápida e na meia dúzia de horas que permanecemos na terra natal de Luciano Pavarotti e Enzo Ferrari tivemos a oportunidade de passear calmamente pelo centro histórico e apreciar alguns bonitos edifícios assim como a lindíssima Catedral da cidade.
Quem gostar e tiver oportunidade, aconselhamos a compra de uma pequena garrafa do mundialmente conhecido vinagre balsâmico produzido na região.



.FLORENÇA
Situada no coração da Toscana,a chamada capital do renascentismo é a par de Veneza a cidade do norte do país que mais visitantes atrai.
Além dos importantes museus onde se encontram expostas inúmeras obras de arte de valor incalculável, Florença é por si só um autêntico museu a céu aberto no qual abundam edifícios históricos que nos relembram os tempos medievais que a cidade outrora viveu.  
O lindissimo Duomo ou a mitica Ponte Vecchio são o testemunho da beleza e do charme que se respira na cidade
A crónica sobre a nossa passagem por Florença pode ser lida AQUI.



.SIENA
Mais outra cidade que reflete toda a beleza da Toscana. Tal como em Florença também aqui a traça medieval está presente em cada detalhe, em cada esquina e em cada uma das ruas do centro histórico que se percorre facilmente a pé.
A grande Torre del Mangia que domina a paisagem e se ergue na bonita Piazza del Campo é seguramente um dos principais ícones desta cidade que pode ser facilmente visitada num dia.



.LUCCA
Pequena, charmosa e repleta de história...é assim que descrevemos a nossa curta mas proveitosa passagem por esta lindíssima cidade, rodeada por muralhas que em tempos serviram de estanque aos ataques inimigos.
A pé ou de bicicleta, qualquer forma é boa para se perder pelas ruas estreitas de Lucca que se sucedem e multiplicam como as raízes de uma árvore.
A crónica sobre a nossa passagem por Lucca pode ser lida AQUI.



.PISA
Esta é uma das mais famosas cidades da Toscana e a culpa é toda da incrível Torre inclinada que devido a um erro de engenharia nasceu torta e nunca mais se endireitou!
No nosso caso foi em Pisa que terminámos a nossa viagem e onde passámos os derradeiros momentos desta passagem por Itália, mas a cidade (que não é muito grande) pode muito bem ser visitada num dia, numa curta escapadela para quem se encontra em Florença ou Lucca.




-A Itália é um país apaixonante, repleto de paisagens de sonho, de comida deliciosa, cidades pitorescas e de pessoas bonitas e simpáticas.
Qualquer viagem a Itália deve ser desfrutada intensamente de forma a absorver toda a beleza do país e irá com certeza despertar em quem a visita o gosto pela arte, arquitectura e a dolce vita tão típica do povo Italiano. 

-Este roteiro foi pensado e executado à nossa medida, tendo em conta o nosso ritmo.

-OUTRAS CRÓNICAS SOBRE ITÁLIA:

  Podem acompanhar as nossas viagens e ver todas as fotos desde e outros destinos na página do Diario das Viagens no Facebook.

3 comentários:

  1. Falta-me visitar 5 dessas 10 :)
    Pádua, Veneza, Lucca, Siena e Pisa.
    A norte de Itália visitei Bergamo que também é uma cidade encantadora.

    ResponderEliminar
  2. Muito bonito , este vosso relato de viagem. Fiz um percurso com muitos pontos comuns e neste vosso trabalho pude recordar com bastante clareza o que por lá me encantou. Vou partilhar . Votos de continuação de boas e belas viagens.

    ResponderEliminar
  3. Junta Vicenza e Turim, Para além de muitos lugares históricos na Toscana.

    ResponderEliminar