domingo, 1 de outubro de 2017

.LEROS-A PÉROLA DO DODECANESO


Deixámos Symi aos primeiros raios de sol.Enquanto o ferry boat rasga as águas tranquilas do mar Egeu,aproveitamos as quase três horas de viagem para descansar o corpo e repor os níveis energéticos seriamente afetados pelos sucessivos despertares prematuros dos dias anteriores.
À hora marcada os altifalantes do convés anunciam a nossa chegada ao porto de Leros e o grande navio atraca sem dificuldades por entre os pequenos barcos de pesca coloridos que ali se alinham.Pela primeira vez nesta viagem desembarcamos sem a confusão testemunhada nas ilhas anteriores.O ambiente é visivelmente diferente...mais calmo!


Já em terra,os primeiros passo levam-nos por entre grupos de pescadores que sob o olhar de algumas gaivotas mais atrevidas,preparam as suas artes para a faina que certamente se iniciará ao final do dia.Mais à frente um homem armado com a sua cana de pesca mostra-nos com orgulho um pequeno peixe acabado de pescar.
Por aqui a vida vai correndo sem pressas...




Agia Marina é o principal povoado da ilha.Aos nossos olhos,este pequeno aglomerado de casas bem cuidadas não é mais que uma aldeia onde todos se conhecem e onde o turismo se vai recusando chegar.Na rua principal o comércio local parece ter sido feito à medida de quem aqui vive e as poucas lojas existentes servem muitas vezes de ponto de encontro para os habitantes que ali se reúnem para dois dedos de conversa.

Segundo as informações recolhidas,o hotel que trazemos reservado fica na próxima povoação...a não mais de um par de quilómetros.Dizem-nos para apanhar um táxi mas optamos por fazer o caminho a pé sob um sol implacável que nos obriga a avançar a um ritmo lento.Seguimos pela estrada que percorre a costa norte da ilha e durante aqueles quase vinte minutos,vamo-nos cruzando com várias bonitas praias todas elas guardadas pela imponente fortaleza que se ergue no topo de uma colina e onde certamente iremos mais tarde.




As indicações estão correctas e sem dificuldade encontramos o Utopia Hotel Apartments que nos servirá de base durante a nossa curta passagem por Leros.
Depois de um duche rápido e já com uma roupa mais fresca,regressamos ao centro,desta vez com o objectivo de almoçar num restaurante que havíamos fisgado à chegada e também para tentar alugar uma scooter que nos permitisse percorrer a ilha de forma mais cómoda e rápida.

Os locais que se seguem são aqueles que na nossa opinião merecem ser visitados e que obviamente fizemos questão de incluir na nossa lista.


.IGREJA DE SAINT ISIDOROS




.MUSEU DE GUERRA




.MUSEU ARQUEOLÓGICO




.PORTO DE AGIA MARINA




.IGREJA DE AGIA MARINA




.PRAIA DE AGIA MARINA




.MOINHOS DE VENTO




.CASTELO DE PANAGIA




.IGREJA DA VIRGEM DO CASTELO DE PANTELI




.IGREJA DO PROFETA ELIAS




.PRAIA DE PANTELI




.MUSEU DE HOSTÓRIA E FOLCLORE




.MOINHO SOBRE A ÁGUA




.PRAIA DE ALINDA




.PALEOKASTRO




.IGREJA DE PANAGIA KAVOURADENA




.PRAIA DE AGIA KIOURA



Leros é uma ilha cheia de personalidade e os momentos fantásticos que ali vivemos acabaram por nos proporcionar uma espécie de happy ending nesta nossa curta incursão pelas ilhas do Dodecaneso. 
Este pequeno pedaço de terra perdido nas águas cristalinas do mar Egeu,passou por tempos conturbados durante a segunda Guerra Mundial,altura em que foi arrasada pelas tropas germânicas.Contudo o povo uniu-se e com uma coragem exemplar soube reerger-se,voltando a transformar a ilha numa verdadeira pérola que aguarda calmamente pela vossa visita.
Depois de dois dias,terminamos esta aventura com a ilha aos nossos pés,enquanto vemos o sol desaparecer para lá do mar...num momento que dificilmente nos sairá da memória.
Até um dia Leros!



TODAS AS CRÓNICAS SOBRE A NOSSA VIAGEM PELAS ILHAS GREGAS DO DODECANESO:



OUTRAS CRÓNICAS SOBRE A GRÉCIA:




  Podem acompanhar as nossas viagens e ver as fotos deste e de outros destinos na pagina do Diário das Viagens no Facebook. 

Sem comentários:

Enviar um comentário