sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

.KUALA LUMPUR - GUIA PRÁTICO


Kuala Lumpur é especial. Vêmo-la como uma amiga de longa data que fomos vendo crescer até se tornar numa das mais incríveis metrópoles do Sudeste Asiático.
Sem nunca lhe darmos o merecido valor, a capital da Malásia recebeu-nos por diversas vezes, funcionando quase sempre como ponto de partida de muitas das viagens que realizámos na região.
Desta vez tínhamos algum tempo extra e queríamos que tudo fosse diferente. Estava finalmente na altura de lhe retribuir a hospitalidade com uma visita mais demorada. Organizámos um roteiro simples e durante dois dias fizemos questão de percorrê-la sem pressas, de sentir a energia multicultural presente nas áreas mais antigas onde ainda resiste um elevado número de edifícios coloniais.  

O dia começou cedo, e envoltos neste ambiente de certa forma cosmopolita somos surpreendidos com uma realidade bem distinta daquela que estamos habituados. Um mundo onde o cheiro a caril dos restaurantes indianos se funde na perfeição com o odor do incenso que emana de um dos vários templos budistas existentes e onde a tranquilidade que se vive nas mesquitas se mistura com o trânsito quase caótico que entope as principais artérias da cidade.
Kuala Lumpur é assim... um pedaço de vários mundos que nos motiva e nos inspira a alargar ainda mais os nossos horizontes.

.Veja também: Visitar as Batu Caves




O QUE VISITAR EM KUALA LUMPUR EM DOIS DIAS

.PETRONAS TOWERS
Não existirá certamente imagem que mais se identifique com a capital da Malásia. As lindíssimas torres que se erguem bem no coração de Kuala Lumpur são o reflexo mais visível do desenvolvimento e do crescimento económico do país. A qualquer hora do dia ou da noite é possível admira-las de perto a partir dos bem tratados jardins que as rodeiam, ou então poderão sempre subir ao deck de observação caso queiram uma experiência mais intensa.
.HORÁRIOS DAS VISITAS: De Terça-feira a Domingo entre as 09:00/21:00
                                       À Sexta-Feira encerra entre as 13:00 e as 14:30
.IGRESSOS: RM85/EUR18/USD20-Adultos
                   RM35/EUR7/USD9-Crianças




.KL TOWER (MENARA KUALA LUMPUR)
Esta grande torre de comunicações é outro dos gigantes de Kuala Lumpur. Tal como acontece com as Torres Petronas, também aqui é possível aceder a um dos níveis superiores de onde se têm vistas incríveis sobre grande parte da cidade.
Na área que envolve toda a base da estrutura existem algumas zonas verdes que vale a pena visitar.
.HORÁRIOS DAS VISITAS: De Segunda-feira a Domingo entre as 09:00/22:00                                  
.IGRESSOS: RM49/EUR10/USD12-Adultos
                   RM29/EUR6/USD7-Crianças




.SULTAN ABDUL SAMAD BUILDING 
Situado a dois passos da emblemática Praça da Independência, este edifício destaca-se na nossa opinião, por ser um dos mais bonitos da capital. Erguido no século XIX pelos colonizadores britânicos que o usaram durante todo o período da ocupação como sede de muitos dos seus serviços administrativos. 
Este é um bonito exemplo da harmonia quase perfeita entre os testemunhos do passado e as ideias do futuro.




.MERDEKA SQUARE
Também conhecida como Praça da Independência, este espaço assinala o local onde teve lugar aquele que seguramente foi o acontecimento mais marcante da história do país. Após a conquista da independência, foi aqui que foi erguida pela primeira vez a bandeira da Malásia. 
Ainda hoje e passados mais de sessenta anos a enorme bandeira da nação continua orgulhosamente presente neste local.




.KL GALLERY
Neste espaço interpretativo podemos conhecer algumas curiosidades sobre Kuala Lumpur assim como entender um pouco melhor a dinâmica por detrás da cidade.
Exposições fotográficas e interativas levam-nos numa viagem através dos últimos anos, mostrando-nos de uma forma bastante elucidativa as várias fases do desenvolvimento quase explosivo que a cidade tem vindo a sofrer.
.HORÁRIOS DAS VISITAS: De Segunda-feira a Domingo entre as 09:00/18:30 




.SRI MAHAMARIAMMAN TEMPLE
Situado em plena China Town, este é o mais antigo templo Hindu de Kuala Lumpur. O espaço distingue-se da paisagem urbana que o envolve pelo aspecto arrojado da sua fachada, através da qual tanto os fieis como os visitantes têm acesso ao interior de onde se destacam os altares coloridos adornados com imagens de diversos deuses da religião Hindu.




.CHINA TOWN
Esta é uma área da cidade que com o passar dos anos se tem tornado demasiadamente comercial, perdendo desta forma a sua verdadeira essência. São diversos os mercados virados para o turista, onde a preço de saldo se podem adquirir todo o tipo de produtos contrafeitos.
A badalada Petaling Street assim como o restaurado Central Market são as faces mais visíveis desta espécie de centro comercial gigantesco.  




.GUAN DI TEMPLE
Apesar de não ser muito grande em relação a outros que já visitámos, este templo budista funciona como uma espécie de oásis de calma no meio do rebuliço vivido nas ruas da capital. O cheiro a incenso dá-nos as boas vindas assim que transpomos o portal de madeira que assinala a entrada neste local que com o passar dos anos se transformou num dos pontos de passagem obrigatória para todos aqueles que visitam Kuala Lumpur.
.HORÁRIOS DAS VISITAS: entre as 07:00/19:00




.NATIONAL MOSQUE (MASJID NEGARA)
É sabido que a Malásia é um país maioritariamente muçulmano e visitar esta que é a maior e mais importante mesquita do território é por si só uma experiência que seguramente valorizará ainda mais a sua passagem por Kuala Lumpur. 
É importante ter em conta que a principal zona de culto se encontra barrada a não muçulmanos e que as visitas turísticas acontecem somente dentro dos horários pré estabelecidos.
.HORÁRIOS DAS VISITAS: entre as 06:30/13:00 - 14:30/16:00 - 17:30/19:00




.BATTU CAVES
Depois das Torres Patronas, as Batu Caves são com toda a certeza o local que mais turistas  atrai. As diversas grutas existentes nas vertentes rochosas, estão na sua maioria ocupadas por impressionantes santuários e templos hindus.
O maior e mais importante destes locais de culto encontra-se guardado por uma gigantesca estátua dourada e é acessível através de uma escadaria colorida que trepa a encosta até à boca da enorme gruta, onde fiéis e visitantes se misturam cada um com o seu propósito.
Este foi um dos locais onde já havíamos estado em outras ocasiões. Recordamos especialmente uma dessas visitas onde um pouco por acaso nos vimos envolvidos no Thaipusam, o maior festival hindu realizado fora do território indiano.
Podem ler a crónica completa dessa experiência incrível AQUI.
.HORÁRIOS DAS VISITAS: entre as 06:00/21:00




-COMO CHEGAR ÁS BATU CAVES
.Existem diversas formas de chegar a este local situado já fora da área urbana de Kuala Lumpur, contudo na nossa opinião a opção mais rápida e económica de o fazer é utilizando o COMBOIO
Basta para isso deslocar-se até à estação KL SENTRAL e apanhar o KTM KOMUTER TRAIN que segue directamente até ás Batu Caves. O preço para este serviço é de RM2,60 por trajecto.

.COMO IR DO AEROPORTO AO CENTRO DA CIDADE
.BUS - Esta é e sempre foi a nossa escolha. Existem saídas regulares tanto do terminal KLIA1 como do KLIA 2 e o trajecto até à estação KL SENTRAL demora aproximadamente uma hora. Os autocarros são bastante confortáveis e o serviço tem um custo de RM12.

.COMBOIO - Outra opção é o Airport Ekspres que também circula de forma regular entre o terminal KLIA1 e a KL SENTRAL. Este serviço é relativamente mais rápido que o autocarro mas tem um custo de RM55 por trajeto.

.TAXI - Não será surpresa para ninguém que esta opção seja a mais dispendiosa ainda que não se revele muito mais rápida que o autocarro. O único ponto positivo e que destingue este serviço dos anteriores é que levará o visitante até à porta do hotel reservado.

.COMO SE DESLOCAR DENTRO DA CIDADE
Kuala Lumpur encontra-se servida por uma bem organizada rede de transportes públicos.
Autocarros, metro, comboio e táxi estão presentes por toda a parte, permitido-nos chegar facilmente a qualquer ponto da cidade.
Ainda assim existe uma outra opção (pouco divulgada) e que funciona de forma gratuita tanto para habitantes locais como para turistas.
O GOKL é um sistema público de autocarros criado de forma propositada para tentar limitar o tráfico rodoviário. 
Este serviço encontra-se dividido em quatro linhas que percorrem diversas áreas da cidade, passando pelos principais pontos turísticos.
Durante esta última passagem por Kuala Lumpur usámos e abusámos deste sistema e podemos garantir que é realmente gratuito e funciona na perfeição.
Todas as informações, mapas e horários podem ser consultadas AQUI.


-OUTRAS CRÓNICAS SOBRE A MALÁSIA:

Podem acompanhar as nossas viagens e ver as fotos deste e de outros destinos na página do Diário das Viagens no Facebook. 

Sem comentários:

Enviar um comentário