quinta-feira, 11 de julho de 2019

PERU - ROTEIRO COMPLETO PARA 10 DIAS DE VIAGEM

Roteiro para visitar o Peru, O que visitar no Peru

Sonhei tantas vezes com esta viagem!
Durante anos a fio olhei para o Peru como um desejo difícil de alcançar. Um país distante, para lá do grande Oceano que nos separa das Américas e ao qual me rendi muito à custa das imagens que encontrava em revistas assim como nas minhas pesquisas on-line.
Mesmo sem nunca lá ter estado, apaixonei-me por Machu Picchu e imaginava-me a explorar as ruínas daquela cidade perdida nas montanhas, escondida sobre as nuvens. Sonhava também de um dia poder navegar as águas do Lago Titicaca e quem sabe dormir numa das suas ilhas flutuantes ou até a sobrevoar as misteriosas Linhas de Nazca.
A oportunidade acabou por surgir e o sonho transformou-se em realidade. Fizemos as malas, traçámos objectivos e partimos de sorriso estampado no rosto.
O Peru estava à nossa espera....












LOCAIS QUE VISITÁMOS DURANTE A NOSSA VIAGEM PELO PERU:

Guardava em mim tantos locais, tantas experiências e tantos desejos que os dez dias que dispúnhamos se afiguravam escassos face ao tamanho da minha ambição.
Nesta lista partilhamos os pontos que fizeram parte do roteiro da nossa viagem pelo Peru. 
Este é um guia com informações e dicas úteis, realizado com base na nossa viagem e nas experiências vividas ao longo da mesma.



.CUSCO
Esta cidade colonial situada para lá das montanhas é em muitos casos o ponto de partida para aqueles que pretendem conhecer o Vale Sagrado. Cusco foi para nós o primeiro contacto que tivemos com o país, e com ele, recebemos o bónus do síndroma da altitude, que devido aos rebuçados e ao quase milagroso chá de coca acabou por não afectar muito as nossas andanças pela cidade e arredores.
Aconselhamos percorrer e descobrir cada canto deste pequeno tesouro assim como a visita ás Ruínas de Sacsayhuaman





.MACHU PICCHU
Certamente não haverá imagem mais famosa do Perú. Um cenário único que tantas vezes desejámos conhecer. Mas certamente não fomos os únicos. São milhares as pessoas que ali chegam diariamente para visitar as misteriosas ruínas desta antiga cidade Inca perdida no meio de uma cordilheira montanhosa pintada de verde.
Machu Picchu merece sem dúvida ser uma das sete maravilhas do Mundo.
.A crónica completa sobre a nossa passagem por Machu Picchu pode ser lida AQUI.




.COMPLEXO ARQUEOLÓGICO DE MORAY
Segundo os entendidos na matéria, os terraços circulares de Moray foram em tempos uma espécie de laboratórios agricultas do povo Inca. Devido a um engenhoso sistema de construção, as diversas plataformas concêntricas, possuíam cada uma delas um micro clima específico criado por temperaturas e níveis de humidade distintos. Desta forma os Incas testavam e descobriam as condições ideais para cada uma das plantações pretendidas.




.SALINAS DE MARAS
No meio da cordilheira dos Andes, a mais de 3000 metros de altitude, este é o tipo de paisagem que dificilmente imaginávamos encontrar num local tão inóspito. 
Durante os meses de verão, o sal é produzido em centenas de pequenos tanques encravados na encosta da montanha, alimentados pelas águas de uma nascente subterrânea e de onde a comunidade local extrai o valioso produto. 




.RUÍNAS DE RAQCHI
Durante a viagem que realizámos entre as cidades de Cusco e Puno tivemos a oportunidade de visitar esta área arqueológica onde se encontra um bem conservado complexo de ruínas. Aquedutos, habitações, templos, túmulos e edifícios de armazenamento são só alguns exemplos de estruturas ali presentes que nos deram a conhecer mais um pouco da cultura Inca.




.LAGO TITICACA
Numa área partilhada por Peru e Bolivia e a uma altitude de mais de 2800 metros eis que de súbito nos encontramos num dos locais mais fantásticos desta viagem. Depois de uma curta passagem pela cidade de Puno, zarpámos num pequeno barco, e pelas águas deste que é o mais alto lago navegável do mundo, vamo-nos aproximando lentamente de uma das muitas ilhas flutuantes existentes.
É nesta ilha construída com sucessivas camadas de totora e inseridos numa das comunidades locais que passaremos as próximas 24 horas e onde iremos viver uma experiência inesquecível.
.A crónica completa sobre a nossa passagem pelo Lago Titicaca pode ser lida AQUI.




.LINHAS DE NAZCA
Este era outro dos locais que tinha mesmo de fazer parte do nosso roteiro. As misteriosas figuras desenhadas no solo, ganham uma dimensão completamente surreal quando vistas a partir do céu. 
Os voos que sobrevoam as linhas descolam do pequeno aeródromo situado nos arredores da cidade de Nazca, e no qual é possível comprar um voo de aproximadamente 40 minutos a uma das várias empresas ali existentes.
.A crónica completa sobre a nossa experiência a sobrevoar as Linhas de Nazca pode ser lida AQUI.




.HUACACHINA
O Deserto  de Huacachina é o exemplo perfeito da diversidade paisagística do Perú. As enormes dunas que se estendem para lá da vista são uma espécie de manto de areia onde é possível realizar agradáveis passeios de buggy. O coração de toda esta maravilha da natureza é o lindíssimo oásis que de forma constante vai dando de beber e regando de vida tudo o que por ali se encontra.




.PARACAS
A beleza desta cidade situada no litoral está sobretudo na sua vertente natural. Outrora um importante polo piscatório, Paracas é hoje um ponto de partida para muitos visitantes que aqui chegam com o intuito de visitar as famosas Ilhas Balestas, habitat natural de pinguins, aves e leões marinhos e golfinhos.




.LIMA
Não sabíamos muito bem o que esperar da capital do Perú. Antes da viagem havíamos lido um pouco sobre a cidade e as opiniões de quem por lá já tinha passado eram bastante contraditórias. Para muitos era somente o ponto de entrada no país onde não fazia sentido perder muito tempo ao passo que para outros uma agradável surpresa que merecia ser descoberta.
Já no final da nossa viagem, optámos por guardar um dia para esta que é a maior metrópole do país e acabámos por nos render ao seu encanto. Além das horas que  passeámos pelo Centro Histórico, também fomos conhecer a zona de Miraflores assim como o colorido bairro de Barranco.





INFORMAÇÕES ÚTEIS:

-QUANDO VISITAR?
O Peru é um país de grandes contrastes que em poucas horas nos permite passar da praia ás montanhas ou do deserto ás luxuriantes selvas tropicais. Com esta enorme variedade paisagística, as condições meteorológicas poderão variar bastante de região para região.
Ainda assim e de forma global pode-se dizer que a melhor altura para visitar o país é no período que se estende entre os finais do mês de Abril e o início de Outubro.


-É NECESSÁRIO VISTO?
Para estadias inferiores a 90 dias, os cidadãos portugueses assim com os brasileiros não necessitam de visto para entrar no Perú.

-COMO NOS DESLOCÁMOS?
Durante o período que visitámos o Perú e uma vez que percorremos grande parte do território, tivemos a oportunidade de utilizar praticamente todos os meios de transportes convencionais existentes.
.AVIÃO - Para quem tal como nós dispõe de tempo limitado e necessita rentabilizar ao máximo a sua curta estadia no país, o avião é sem dúvida uma opção a ter em conta. No nosso caso optámos por realizar dois voo's domésticos. O primeiro entre as cidades de Lima e Cusco e já no final da viagem regressámos á capital vindos de Juliaca. As companhias aéreas escolhidas foram a Avianca e a StarPeru que em comparação com a famosa Latam apresentam tarifas mais em conta. Apesar de termos lido algumas criticas negativas principalmente devido a atrasos por parte destas duas operadoras, acabámos por realizar ambos os voo's sem registo de qualquer contrariedade.
.TÁXI - Para deslocações curtas, recorremos por diversas vezes aos serviços do táxi que circulam por toda a parte. É importante ter em conta que nenhum táxi está equipado com taxímetro, sendo indispensável negociar o preço antes de iniciar a corrida.
.BUS - Aquando da nossa passagem pela cidade de Lima recorremos por diversas vezes aos autocarros para percorrer pequenas distâncias, sobretudo entre as principais zonas turísticas. A rede de transportes públicos rodoviários que serve a capital é relativamente organizada e os preços bastante acessíveis. Os autocarros turísticos são uma ótima opção para quem pretende realizar deslocações mais longas, uma vez que nos permitem viajar de forma confortável e com comodidades que poucas vezes experimentámos nas nossas andanças pela Europa. CivaTepsaMovil ToursPeru Hop e Cruz del Sur são algumas das companhias de renome existentes, esta última a mais famosa e provavelmente aquela que mais vezes utilizámos.



PARA SABER MAIS SOBRE AS NOSSAS VIAGENS E VER AS FOTOS DESTE E DE OUTROS DESTINOS ACOMPANHE O DIÁRIO DAS VIAGENS NAS REDES SOCIAIS:

Sem comentários:

Enviar um comentário