domingo, 25 de dezembro de 2016

.UNDERGROUND RIVER - SABANG,FILIPINAS


Estava previsto que os derradeiros três dias nas Filipinas seriam passados em Banaué, uma zona montanhosa situada a norte da capital e que é principalmente conhecida pelas espetaculares encostas totalmente preenchidas por um sem número de terraços de arroz. Toda esta área se encontra protegida e faz parte dos locais listados pela UNESCO como património mundial. 
Infelizmente o cancelamento de um dos nossos voos, acabou por ter impacto directo no roteiro que havíamos inicialmente traçado e com muita pena e alguma frustração tivemos de abdicar desta deslocação à parte norte da principal ilha do país.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

.BALI-A BELEZA PARA LÁ DAS PRAIAS DO SUL


Ontem já era tarde quando chegámos a Ubud.
Depois de cerca de dez horas dentro de uma van, estávamos exaustos e acabámos por adormecer sem jantar e pela primeira vez nesta viagem conseguimos dormir mais de cinco horas.
Sem precisar de despertador,acordo lentamente com os primeiros feixes de luz que entram pelas cortinas entreabertas que protegem as janelas do nosso quarto.O silêncio que àquela hora se faz sentir é somente quebrado pelo som dos grilos e cigarras que se mistura com o chilrear dos pássaros que parecem entusiasmados com o nascer de mais um dia.
Passam poucos minutos das seis da manhã e o calor já começa a apertar.Nem mesmo a ventoinha que trabalha por cima das nossas cabeças consegue atenuar aquela sensação de desconforto. 

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

.POR ONDE ANDÁMOS EM 2016?


2016 está a chegar ao fim e agora que nos preparamos para virar mais uma página nos nossos calendários, chegou a altura de fazer uma espécie de retrospectiva de como foram os últimos doze meses para o Diário das Viagens.
Podemos dizer que foi um ano fantástico no que toca a viagens, ano esse que nos deu a oportunidade de conhecer mais um pouco deste mundo que tanto nos fascina.
O capitulo que agora finda foi repleto de momentos inesquecíveis, peripécias, muitas estórias e pessoas incríveis que se cruzaram nos nossos caminhos.
Como costumamos dizer:
Cada viagem é uma aventura!

sábado, 10 de dezembro de 2016

.ROTEIRO - MALDIVAS EM MODO LOW COST


Há meia dúzia de anos atrás ninguém imaginava ser possível viajar para as Maldivas de forma económica. Nessa altura os Resorts de luxo, situados em ilhas privadas eram a única opção de alojamento e devido aos preços praticados, poucas pessoas tinham a oportunidade de conhecer este pedaço de paraíso banhado pelas águas translúcidas do Oceano Índico.
Contudo, nos últimos tempos o panorama turístico alterou-se e algumas ilhas habitadas por comunidades locais abriram portas ao turismo independente fazendo com que  pouco a pouco as Maldivas se fossem transformando num destino igualmente acessível a todos aqueles que viajam com um budget de certa forma limitado.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

GULHI - O FIM ANUNCIADO DO PARAÍSO?


Imagine-se uma pequena ilha banhada pelo Oceano Índico, habitada por uma comunidade local, onde não existem estradas pavimentadas e onde a electricidade é fornecida por um gerador que de tempos a tempos vai abaixo.
Pois bem, essa ilha chama-se Gulhi e é onde me encontro há pouco mais de vinte e quatro horas.
Viemos ontem pela manhã, no ferry que faz o trajecto de Maafushi em direção a Malé. Connosco, além de alguns locais chegaram também um casal de espanhóis, que acabaram por ficar hospedados na mesma guesthouse que escolhemos.

sábado, 3 de dezembro de 2016

MALÉ - A ESSÊNCIA DE UM POVO E O REFLEXO DE UM PAÍS


Malé é confusão, é barulho é um caos organizado de motas, bicicletas e carros que circulam de um lado para o outro como se fossem formigas desorientadas. É o chamamento das mesquitas que lembra aos fieis que a hora da oração chegou, é os ferrys que chegam e partem a toda a hora sempre carregados de pessoas e mercadorias. Malé é calor, é o cheiro a peixe trazido pelos barcos de pesca. A capital das Maldivas é tudo isto e muito mais. É o verdadeiro reflexo de um país que vai muito para além das praias e dos resorts de luxo e que poucos têm o privilégio de conhecer.

sábado, 19 de novembro de 2016

.MAAFUSHI, O OUTRO LADO DAS MALDIVAS


Ninguém diria que estou nas Maldivas...aquele local onde tudo é chique.
Cheguei ontem ao final da tarde e esta noite acabei por dormir poucas horas. O maldito jet-lag fez-me madrugar!
Encontro-me sentado na esplanada do hotel que servirá de abrigo nos próximos dias.
Para já, o mar incrivelmente azul que tenho diante mim, é o único sinal que me permite ter a certeza que me encontro naquele destino de luxo banhado pelo Oceano Indico, que segundo dizem, só ser acessível a certas carteiras.


sexta-feira, 11 de novembro de 2016

.MONTE BROMO - JAVA,INDONÉSIA


Alguém bate à porta do quarto e interrompe o nosso sono que ainda agora começou. Ao longe oiço vozes mas não faço caso. 
-"Devem ser alguns hóspedes que estão a chegar agora".
Está frio e aconchego-me debaixo dos cobertores na esperança de conseguir dormir mais um pouco.
Voltam a bater, agora com mais força e lá fora alguém grita: "Está na hora! Temos de ir."
É-nos impossível ignorar aquela chamada.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

.VISITAR O TEMPLO DE BOROBUDUR - INDONÉSIA


Ainda é noite cerrada.Deixámos Yogyakarta à meia dúzia de minutos e percorremos agora as estradas pouco iluminadas do sul da Ilha de Java.
No dia anterior a dona do hotel onde ficámos,falou-nos de um sítio fantástico onde poderíamos assistir ao nascer do sol,tendo o Templo de Borobudur como cenário de fundo.Acertámos um preço aceitável pelo serviço e agora lá vamos nós a caminho desse local com vista para o paraíso.
A expectativa é grande,tal como o sono que sentimos e que nos faz fechar os olhos de vez em quando.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

.TEMPLOS DE PRAMBANAN - YOGYAKARTA, INDONÉSIA


Agora sim,estamos finalmente na Indonésia.Que tenha inicio mais uma aventura!
Ás primeiras horas da manhã aterramos no Aeroporto de Yogyakata.
De mochila ás costas saímos para o exterior do pequeno terminal onde o calor abrasador nos deixa meio combalidos.Em poucos minutos começamos a sentir o suor escorrer ao longo do corpo.
Por mais que uma vez somos abordados pelos taxistas que nos oferecem os seus serviços.Recusamos,pois o objectivo é outro.Queremos apanhar o autocarro.
Os nossos olhos buscam a paragem que não deve ficar longe.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

.PORTUGUESE SETTLEMENT - A HERANÇA PORTUGUESA EM MALACA


"Se querem ir ao Portuguese Settlement o melhor é apanharem o autocarro,ainda é longe"
Foram estas as palavras do senhor do supermercado ao lado do hotel onde parámos para comprar água.
"Autocarro? Não é bem esta a nossa ideia".
Temos tempo.Guardámos dois dias para explorar a cidade e não estamos com muita vontade de nos enfiar dentro de um autocarro.
"Queríamos mesmo ir a pé".
"Olhem que é longe.A pé vão levar talvez uma hora".

sábado, 29 de outubro de 2016

.KUALA LUMPUR - BATU CAVES EM PLENO THAIPUSAM


Estamos de novo em Kuala Lumpur e como habitualmente acontece, cada vez que visitamos a capital da Malásia gostamos de ficar alojados na zona de Little India. Esta última vez não foi exceção. 
Contudo agora as coisas estão diferentes. Não é fim de semana mas a maior parte das lojas e restaurantes encontram-se encerrados e as muitas pessoas com que nos cruzamos na rua parecem festejar algo, só não sabemos o quê.
A curiosidade toma conta de nós! Temos de saber o que se passa.
Assim que chegamos ao hotel não resistimos e perguntamos à simpática menina da receção, qual a razão de toda aquela agitação.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

.PARK GÜELL - COMO ACEDER GRATUITAMENTE AO MUNDO FANTÁSTICO DE GAUDI


O relógio marca seis horas quando somos acordados pelo som irritante do despertador que  nos faz literalmente saltar da cama. Hoje temos mesmo de nos levantar cedo, pois segundo nos foi comunicado na véspera, a entrada no Park Güell é grátis para quem aceder ao espaço antes das 8:00 da manhã. Apesar de não termos a certeza absoluta da veracidade desta informação resolvemos arriscar. Afinal não temos nada a perder, a não ser talvez um par de horas de sono. 

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

.BARCELONA - ROTEIRO PARA 2 DIAS


Que saudades tínhamos tuas Barcelona!
Foi em 2010 que pisámos pela última vez as tuas ruas cheias de cor e nas quais se respira uma energia contagiante. Nessa altura regressámos a casa com a certeza que iríamos voltar um dia, era só uma questão de tempo. 
Foi de forma instantânea que conquistaste os nossos corações, a tua beleza fez com que nos apaixonássemos por ti e nunca tentámos sequer esconder que cada ano que passava a vontade de te rever aumentava mais e mais.
O tempo foi passando e o nosso reencontro foi sendo adiado uma e outra vez. Mas agora estamos de volta e não podíamos estar mais felizes.

domingo, 9 de outubro de 2016

.BUDAPESTE - ROTEIRO PARA 2 DIAS


Pode parecer um pouco estranho, mas é-me um pouco difícil encontrar as palavras certas para descrever Budapeste. Esta é na minha opinião uma das mais bonitas cidades Europeias e todos os adjectivos que possa enumerar parecem-me de certa forma insuficientes para exprimir o que me vai na alma quando penso na capital da Hungria.
Existem cidades especiais, que nos conquistam o coração. Cidades pelas quais nos apaixonamos sem saber muito bem como e porquê. É um sentimento único, que nos invade o corpo, nos vicia os sentidos e domina os pensamentos. 

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

.SUWON - COREIA DO SUL


Enquanto pesquisávamos alguns destinos próximos da capital sul coreana onde pudéssemos fazer uma day trip, descobrimos quase por acaso a cidade de Suwon que devido à sua importância histórica entrou directamente para o topo da lista de locais que não podíamos deixar de conhecer nos dias que reservámos para sair de Seul. 
Esta cidade fica situada a aproximadamente 30 km's da capital e onde chegamos facilmente usando o metro.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

.BUKCHON HANOK VILLAGE - SEUL


Seul é uma cidade com história,onde o antigo e o moderno convivem em completa cumplicidade.  Exemplo disso são os muitos templos e palácios que vão resistindo ao passar dos séculos e se mantêm firmes à sombra dos muitos arranha céus que nos últimos anos foram nascendo de forma desmesurada. 
Hanok Village que nos últimos tempos se transformou num dos principais pontos turísticos da cidade, é outro dos poucos locais onde é ainda possível reviver os anos em que na capital sul coreana não existiam carros, motas ou prédios altos. 

domingo, 18 de setembro de 2016

.PALÁCIO CHANGDEOKGUNG E O JARDIM SECRETO - SEUL


Seul é uma cidade interessante muito devido aos seus mais de 2000 anos de história. Tanto os estrangeiros como os habitantes locais podem testemunhar um pouco do passado da cidade e do país ao visitar os diversos Palácios existentes. Ao todo são cinco as antigas residências reais que merecem ser exploradas e das quais destacamos o Palácio Changdeokgung, o único classificado pela UNESCO como património da humanidade. 

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

.PALÁCIO GYEONGBOKGUNG - SEUL


Dos cinco palácios existentes em Seul Gyeongbokgung é de entre todos o mais antigo e a mais importante residência real da dinastia Joseon.
Após a sua construção em 1395,todo o complexo foi ao longo dos anos,passando por períodos de destruição e reconstrução,chegando mesmo a ficar literalmente abandonado por aproximadamente 200 anos. 
Hoje em dia e depois de um magnífico trabalho de recuperação este complexo composto por cerca de 500 edifícios e mais de 7000 salas é uma das principais atrações turísticas da capital sul coreana. 

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

.SEUL - GUIA PRÁTICO


Seul está longe de ser um destino turístico de eleição e são poucos os que incluem esta cidade Asiática na sua lista de desejos, talvez por ser ainda pouco divulgada a nível internacional.

Certamente que tal como nós, existe muita gente que devido à escassa informação existente, tem alguma dificuldade em organizar uma "escapadela" à capital sul-coreana.
Esta crónica tem como objectivo a partilha de dicas e informações que fomos recolhendo antes e no decorrer da nossa viagem.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

.MERCADO FLUTUANTE DE DAMNOEN SADUAK


Era o nosso último dia em Bangkok.Ainda tínhamos algumas horas até apanharmos o voo que nos levaria a Kuala Lumpur,e como nos dias anteriores já tínhamos visitado a capital da Tailândia,decidimos nessa manhã ir conhecer o famoso Mercado Flutuante de Damnoen Saduak.
Acordámos cedo,fizemos o check out no hotel,pedimos para nos guardarem as mochilas e dirigimo-nos para as imediações da Khaosan Road,onde numa das muitas agências de turismo da zona,comprámos um tour ao tão afamado mercado.

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

.BAGAN - VISITAR O ANTIGO REINO DA BIRMÂNIA


Numa altura em que as estrelas ainda povoam o céu, nós já avançamos ao longo das estradas desertas e pouco iluminadas de Bagan. Não queremos deixar passar a oportunidade de assistir ao momento em que o sol acorda para mais um dia e empoleirados na nossa e-bike tentamos encontrar o templo assinalado no g.p.s. que segundo as informações que temos nos permitirá ter uma vista mais ou menos priviligiada sobre uma boa parte da planície. 

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

.BODRUM - UMA PÉROLA NAS MARGENS DO MAR EGEU


Com a nossa chegada a Bodrum, entramos na derradeira etapa desta viagem pela Turquia. Durante os últimos dez dias percorremos mais de 1600 quilómetros e visitámos locais de extrema beleza. Agora é tempo de relaxar, apanhar sol e ir a banhos.
Bodrum é uma das mais conhecidas estâncias balneares do país, onde o sol brilha quase todo o ano e na qual milhares de turistas vêm para desfrutar das águas cristalinas do Mar EgeuContudo, a magia de Bodum vai muito para além das praias, das discotecas e dos bares. Esta pequena localidade teve em tempos, uma grande importância na história do país, história essa que acabou por ser perpetrada nos muitos monumentos que acabaram por resistir aos séculos e chegar aos dias de hoje.

sábado, 6 de agosto de 2016

.EPHESUS - GUIA PRÁTICO


Devido à proximidade com Ephesus,a cidade de Selçuk foi o local que escolhemos para assentar arraiais.Foi a partir deste local que saímos bem cedo em direção ás ruínas que tanta curiosidade nos despertavam. 
Bastou-nos apanhar uma van, que por aqui é apelidado de Dolmus e em meia dúzia de minutos estávamos ás portas desta antiga cidade que nasceu e cresceu em torno do mais importante porto do Mar Egeu naquela época.

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

.VISITAR HIERÁPOLIS


Abandonámos os terraços calcários de Pamukkale.A próxima paragem da nossa visita é a antiga cidade de Hierápolis,situada na parte superior e onde acedemos,usando o mesmo bilhete que comprámos para os terraços.
Este local e as suas nascentes termais acabaram por chamar a atenção do povo romano que aqui construiu uma grande cidade a que deram o nome de Hierápolis.

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

.PAMUKKALE, A MONTANHA DE ALGODÃO


Depois de uma viagem de autocarro noturna desde Göreme, chegámos perto das cinco da manhã a Pamukkale. Nós e todos os outros turistas que connosco viajavam, fomos literalmente despejados à porta de uma agência de viagens que segundo percebemos se encontra aberta toda a noite com o intuito de conseguir vender tours e bilhetes de autocarro aos recém chegados.  
O espaço é pequeno e encontra-se apinhado de quem aqui chega vindo de diversos pontos da Turquia. Apesar da confusão que reina no interior daquele pequeno espaço, tivemos sorte e conseguimos que nos guardassem as mochilas o que fez com que tivéssemos alguma liberdade de movimentos.

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

.CAPADÓCIA - QUAL O MELHOR TOUR?


O dia promete ser longo, mas como quem corre por gosto não cansa não nos queixamos.
Depois de termos realizado um fantástico Passeio de Balão que literalmente nos obrigou a acordar de madrugada, estamos de novo prontos para a ação.
As últimas horas do nosso derradeiro dia na Capadócia vão ser ocupadas com a realização do que por aqui é chamado de Green Tour, que na nossa opinião foi a melhor e mais prática forma que conseguimos arranjar para visitar, no pouco tempo que dispúnhamos, todos os locais que faziam parte da nossa lista. Por 45 euros por pessoa temos direito a guia, transporte, almoço e ingressos dos locais a visitar. 

sábado, 30 de julho de 2016

.VOANDO NUM BALÃO PELOS CÉUS DA CAPADÓCIA


Hoje vamos realizar uma experiência que irá com toda a certeza ser um dos pontos altos desta nossa viagem pela Turquia.
Ainda é de noite e já estamos à porta do hotel. No dia anterior ficou combinado que nos viriam buscar por volta das quatro e meia da manhã para realizarmos um passeio de balão de ar quente. 
Se nos últimos dois dias explorámos e percorremos a pé os vales ao redor de Göreme, hoje vamos desfrutar de um passeio pelos céus da Capadócia.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

.CAPADÓCIA - O PODER ARTISTICO DA NATUREZA


Depois de dois dias em Istambul, estava agora na altura de darmos inicio à segunda etapa desta nossa viagem pela Turquia
Chegámos à Capadócia às primeiras horas da manhã. Está frio e o céu cinzento não nos deixa muito animados. 
A região da Capadócia é famosa pelas suas fantásticas formações geológicas e à semelhança de muitos dos visitantes que se deslocam até esta região, também nós ali chegámos atraídos pela grande variedade de trilhos que percorrem a zona. O nosso objectivo era explorar a pé e de forma independente uma boa parte desta área repleta de paisagens únicas.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

.VISITAR O MOSTEIRO DE ALCOBAÇA


O fim de semana estava reservado para percorrermos alguns dos mais bonitos locais do litoral centro do país.Depois de passarmos pelo Santuário de Fátima e o Mosteiro da Batalha,chegámos já ao final da tarde aquela que seria a última visita do dia.
As origens do Mosteiro de Alcobaça,datam dos primórdios da fundação de Portugal,numa altura em que D.Afonso Henriques doa algumas terras à Ordem de Cister para a construção de um Mosteiro.A obra teve inicio em 1178 e hoje,quase com 900 anos,o Mosteiro mantém intacta toda a sua beleza e imponência que fazem dele um dos mais bem conservados exemplos da arquitectura Cister ainda existentes em toda a Europa.
Desde 1989 que se encontra listado pela UNESCO como património da humanidade.

sexta-feira, 15 de julho de 2016

.MOSTAR - A CIDADE QUE RENACEU DAS CINZAS


Era ainda noite cerrada quando cruzámos a fronteira. Depois de um par de horas nas estradas da Croácia entravamos agora na Bósnia e Herzegovina, que dada a proximidade, achámos que fazia todo o sentido realizar este pequeno de forma a podermos conhecer, ainda que por poucas horas, a pitoresca cidade de Mostar.
Apesar da cidade ser relativamente grande (é a quinta maior do país) o centro histórico encontra-se restringido a uma área de tamanho reduzido que como viríamos a constatar se percorre facilmente numa manhã. 

quarta-feira, 13 de julho de 2016

.VISITAR O MOSTEIRO DA BATALHA


Num fim de semana em que o Diário das Viagens se lançou à descoberta do litoral centro de Portugal,o Mosteiro da Batalha não podia ficar de forma alguma fora do nosso roteiro.
Depois de passarmos pelo Santuário de Fátima,chegámos já perto da hora de almoço a este magnifico monumento,mandado edificar pelo rei D.João I,como forma de agradecimento pela vitória das tropas lusas na mítica Batalha de Aljubarrota,que teve lugar em 14 de Agosto de 1385.
Apesar da construção ter sido iniciada em 1386 a verdade é que só em 1517 é que o edifício foi dado como concluído.Ou seja foram necessários mais de 130 anos de trabalhos para terminar esta autêntica obra prima da arquitectura.

domingo, 10 de julho de 2016

.MÉRTOLA - UM SEGREDO BEM GUARDADO NO CORAÇÃO DO ALENTEJO


Já falta pouco!
Passei Castro Verde há pouco mais de dez minutos e sinto que o meu destino já não vai tardar muito a aparecer logo a seguir a uma das muitas curvas com que me vou cruzando.
Mértola é já ali. A ansiedade toma aos poucos conta de mim. Passaram dezoito anos desde que aqui estive pala última vez e hoje tal como nessa altura percorro a mesma estrada e vejo as mesmas paisagens. Pouco ou nada mudou. Este é o Alentejo no seu estado mais puro.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

.VISITAR A ALDEIA HISTÓRICA DE CASTELO NOVO


À semelhança de outras aldeias e povoações, também Castelo Novo nasceu e cresceu em redor das suas muralhas. 
Nesta aldeia histórica repleta de misticismo, é facil perder o controlo da realidade ao percorrer as calçadas das ruas estreitas onde o granito perpetua as histórias das gentes que por aqui passaram, damos conosco a viajar no tempo. 
Situada em plena Serra da Gardunha, Castelo Novo fascina quem a visita. Aqui o silêncio é palavra de ordem e essa calma só é quebrada pelo som dos pássaros, da água que brota de forma continua das várias fontes existentes e do som do sino da Igreja Matriz que toca à hora marcada e que nos trás de volta ao nosso mundo.

quarta-feira, 6 de julho de 2016

.VISITAR A ALDEIA HISTÓRICA DE CASTELO RODRIGO


A aldeia de Castelo Rodrigo fica situada no maciço da Serra da Marofa.
Este local foi desde o inicio dos tempos um importante ponto de defesa para o país, estando inserido numa linha defensiva composta por várias fortificações situadas ao longo do vale do Côa. Em diversos momentos da história, a coragem, a lealdade e a determinação dos seus habitantes foi decisiva para que as "tropas" lusas levassem de vencidas os exércitos do reino de Leão.  
Atualmente a Aldeia de Castelo Rodrigo mantém a traça e as características medievais de outros tempos onde as muralhas bem conservadas ainda protegem as memórias do passado.

domingo, 3 de julho de 2016

.VISITAR A ALDEIA HISTÓRICA DE TRANCOSO


Visitar Trancoso é como fazer uma viagem ao passado. A serenidade e calma que sentimos ao caminhar no interior do imponente castelo, contrastam com os momentos atribulados vividos pelas gentes que outrora habitaram nesta área. 
Esta aldeia de origem medieval ,situada a poucos quilómetros da Guarda e onde chegaram a conviver judeus e cristãos, foi em tempos palco de intensos combates que marcaram uma era e enriqueceram a história da região e do país. 

quarta-feira, 29 de junho de 2016

.VISITAR A ALDEIA HISTÓRICA DE SORTELHA


Sortelha é uma das mais bonitas e bem conservadas aldeias históricas do nosso país, mantendo ainda grande parte do casario de outros tempos do qual se destaca a arquitectura típica de um Portugal de outras eras. 
O imponente castelo e as muralhas que cercam o aglomerado de casas de granito formaram em tempos um importante e quase intransponível estanque contra os ataques inimigos. A sua posição altaneira sempre foi vista como um ponto de vantagem o que fez com que esta área tenha sido habitada desde o período Neolítico.

.VISITAR A ALDEIA HISTÓRICA DE IDANHA-A-VELHA


Situada na Beira Interior, Idanha-a-Velha ergue-se em todo o seu esplendor nas margens do Rio Ponsul. Esta pequena aldeia de aparência pitoresca, foi no século I a.C. uma cidade romana da qual ainda podemos ver aqui e ali alguns vestígios.
Além dos Romanos, também Arabes e Suevos passaram por aqui, ainda que tenham sido os Visigódos que deixaram alguns dos edifícios ainda existentes e que foram posteriormente usados e ocupados pelo povo luso. 
É por estes motivos que Idanha-a-Velha é um dos mais importantes testemunhos da história do território antes de se tornar no Portugal que hoje conhecemos.

terça-feira, 28 de junho de 2016

.VISITAR A ALDEIA HISTÓRICA DE ALMEIDA


De todas as aldeias históricas, Almeida é aquela que mais perto se encontra da fronteira. No passado e durante um largo período, esta foi provavelmente a primeira e mais importante barreira erguida contra os ataques castelhanos. Não admira então, que a aldeia tenha sido transformada numa bem equipada fortaleza com o propósito de defender o território lusitano. 
Há muito para visitar em Almeida e os registos mostram que a sua história começou a escrever-se muito antes dos conflitos entre portugueses e castelhanos. Foi provavelmente durante os anos em que estas terras foram ocupadas pelo povo Árabe, que a aldeia recebeu o seu primeiro nome: Al meda, que significa "a mesa" e segundo dizem parece fazer referência à topografia planáltica do terreno onde está inserida.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

.PASSADIÇOS DO PAIVA


O Diário das Viagens aproveitou a estadia em Portugal para fazer uma visita aos tão falados Passadiços do Paiva, que desde junho de 2015 fazem as delícias de quem quer percorrer de forma tranquila o lindíssimo Vale do Paiva. 
São aproximadamente oito quilómetros de estruturas de madeira que serpenteiam ao longo das margens de um dos rios mais limpos e bonitos do país.
Os passadiços ligam as povoações de Espiunca e Areinho, num percurso linear que pode ser executado em ambos os sentidos.

domingo, 26 de junho de 2016

.VISITAR A ALDEIA HISTÓRICA DE LINHARES DA BEIRA


Situada na vertente ocidental da Serra da Estrela, Linhares da Beira é o típico exemplo de uma aldeia medieval do século XII. 
Por aqui passaram Romanos, Visigodos, Muçulmanos e Castelhanos e só em 1169 obteve o seu primeiro foral, dado por D.Afonso Henriques.
Nesta pequena povoação onde as casas simples de pedra granítica convivem lado a lado com solares senhoriais, o grande ponto de destaque é sem sombra de dúvidas o Castelo, erguido no topo de uma elevação rochosa e de onde os visitantes têm uma magnifica visão panorâmica de toda a paisagem envolvente.
Todos estes aspectos transformam qualquer visita à aldeia de Linhares da Beira numa autêntica viagem ao passado.

sábado, 25 de junho de 2016

.VISITAR A ALDEIA HISTÓRICA DE BELMONTE


As terras em redor de Belmonte contam-nos um sem número de histórias. Desde logo, os vestígios megalíticos ali existentes, mostram que o homem já anda por estas bandas à mais de 6 mil anos
Foi igualmente nesta pequena aldeia que nasceu Pedro Álvares Cabral, o navegador português que descobriu o Brasil e que com o passar dos anos se tornou o Belmontense mais conhecido da história de Portugal.
Este local situado não muito longe da Serra da Estrela, chegou em tempos a acolher a maior e mais importante comunidade judaica da Península Ibérica e onde hoje em dia está instalado um interessante museu dedicado ao assunto.
A visita a Belmonte pode ser combinada com a aldeia vizinha de Sortelha

sexta-feira, 24 de junho de 2016

.VISITAR A ALDEIA HISTÓRICA DE CASTELO MENDO


Inserida na paisagem agreste que rodeia o Rio Côa, a aldeia de Castelo Mendo foi durante a Idade Média um núcleo urbano de grande importância devido à sua proximidade com a fronteira assim como às suas características defensivas e estrangeiras de excelência.
Diz-se por aqui que a presença humana nesta região data da idade do bronze, estando a aldeia e o seu centro histórico rodeados de muralhas que apesar de terem sido reconstruídas no século XII, provêm de um período anterior.  
A visita a Castelo Mendo pode ser combinada com passagens pelas aldeias vizinhas de Almeida e Castelo Rodrigo. Para quem tiver um pouco de tempo extra, este local pode ser igualmente um excelente ponto de partida para conhecer as famosas Gravuras Rupestres de Foz Côa. 

quarta-feira, 22 de junho de 2016

.VISITAR A ALDEIA HISTÓRICA DE MARIALVA


Situada a uma curta distância da cidade de Meda, Marialva tem o condão de transportar os visitantes para as raízes mais profundas da história do nosso país. Por aqui passaram Romanos, Árabes e Lusitanos, todos eles deixando múltiplos vestígios que podem ser descobertos enquanto passeamos pelas ruas do centro histórico. 
As ruínas situadas no interior da Cidadela, foram propositadamente deixadas num estado de aparente abandono, para que quem aqui vem, perca de certa forma a noção do tempo e se imagine fazendo parte do Portugal da idade media. 
É precisamente dentro das muralhas da Cidadela que se encontram grande parte dos pontos de interesse desta pequena aldeia. 

domingo, 19 de junho de 2016

.VISITAR A ALDEIA HISTÓRICA DE PIÓDÃO


Situada no conselho de Arganil, a aldeia do Piódão é um autêntico tesouro que teima em se manter escondido numa das vertentes da Serra do Açor. 
Na maior parte das vezes é descrita como um pequeno presépio, muito por causa da sua arquitectura onde despontam as casas de xisto com janelas e portas pintadas de azul, as ruas labirínticas onde os carros não chegam, o ambiente tipicamente rural e seu o envolvimento verdejante quase em estado puro. 
De todas as Aldeias Históricas esta é a única onde não existe qualquer castelo ou fortificação.

sábado, 18 de junho de 2016

.VISITAR A ALDEIA HISTÓRICA DE MONSANTO


Depois de em 1938 ter sido eleita a aldeia mais portuguesa de Portugal a verdade é que Monsanto passou desde essa altura a ter um lugar de destaque e a fazer parte de todos os guias de viagem dedicados ao nosso país. 

De todas as aldeias históricas que o Diário das Viagens visitou, esta é muito provavelmente a mais conhecida e por consequência a mais visitada, não só por turistas portugueses mas também por viajantes estrangeiros que não deixam passar a oportunidade de percorrer as suas ruas estreitas ladeadas por casas de granito apertadas por entre enormes penedos. A aldeia de Monsanto parece empoleirar-se na encosta rochosa onde lá no alto se ergue o imponente castelo que ao longo dos séculos foi ocupado por Romanos, Mouros e Árabes.

segunda-feira, 13 de junho de 2016

.ROTEIRO - ALDEIAS HISTÓRICAS DE PORTUGAL


Por vezes temos tendência a não valorizar o que é nosso e que nos pertence por direito, mas a verdade é que lá fora este nosso cantinho à beira mar plantado é sistematicamente descrito como um verdadeiro tesouro pronto a ser descoberto.
Portugal é uma autêntica caixinha de surpresas, repleta de paisagens arrebatadoras, de pessoas simpáticas, de comida maravilhosa e de um sem número de monumentos que testemunham uma das histórias mais ricas e emocionantes existentes no planeta.
Tudo isto está aqui, a uma curta distância. Só precisamos olhar à nossa volta para nos apercebermos o quão maravilhoso é o nosso país.

quarta-feira, 1 de junho de 2016

.À DESCOBERTA DE ABYANEH - IRÃO


Antes de seguir para Teerão não posso deixar de visitar esta pequena aldeia com mais de 1500 anos, situada numa área montanhosa a sul de Kashan.
Ás nove horas, como combinado, encontro-me com o taxista que me pergunta se não me importo de partilhar o táxi com um casal de Suíços.
Não me oponho desde que os vinte euros que havíamos combinado sejam divididos pelos três, e além disso até é melhor ter mais alguém com quem conversar.
O "driver" faz um telefonema e logo depois arrancamos na direção de um hotel ali perto onde ao que parece iremos recolher os novos passageiros.

segunda-feira, 30 de maio de 2016

.VISITAR A VILA DE ÓBIDOS


"Caminhando pelas ruelas típicas de Óbidos,damos conosco frente a frente com testemunhos que nos relembram o nosso passado.Das esquinas aos jardins interiores da antiga medina,Obidos é uma obra prima que foi sendo esculpida com o passar dos séculos.Este legado de outros tempos em conjunto com a dinâmica cultural dos dias de hoje fazem desta pequena vila um dos melhores e mais atrativos destinos turísticos do nosso país.Uma das sete maravilhas de Portugal."

domingo, 29 de maio de 2016

.CAMINHANDO PELAS DUNAS DO DESERTO DE MARANJAB - IRÃO


Hoje acordei perto das oito horas e lá fora consigo ouvir o tilintar dos talheres e as vozes daqueles que provavelmente já tomam a primeira refeição do dia.
Não estou atrasado mas quero aproveitar ao máximo o delicioso pequeno almoço que o hotel põe à disposição dos hospedes. 
Antes de sair à rua ainda passo na receção de forma a prevenir que afinal permaneço mais uma noite. Em conjunto com o Gregory desfruto da mesa bem composta e vou petiscando um pouco de tudo. Pão, queijo, geleia, fruta, ovos mexidos e o inevitável chá.