sexta-feira, 22 de julho de 2022

VISITAR GÉNOVA - 10 LOCAIS E EXPERIÊNCIAS QUE DEVE (MESMO) INCLUIR NO SEU ROTEIRO

Génova - O que visitar

Ainda mal havíamos dado os primeiros passos no exterior da estação ferroviária e já nos dávamos conta de que Génova se rendeu incondicionalmente aos encantos do turismo. Ao longo daquela que parece ser uma das principais artérias da cidade alinham-se dezenas de restaurantes que com o seu aspecto cuidado convidam os veraneantes para uma pausa gastronómica digna de registo. Há também as lojas de souvenirs com os mais variados artigos típicos e não só, que apesar dos preços visivelmente inflacionados, parecem não ter mãos a medir para fazer face à constante entrada e saída de visitantes.   
Ainda assim Génova não desilude no que ao enquadramento paisagístico diz respeito. De um dos lados, erguem-se íngremes vertentes às quais se agarra o denso casario que compõe a cidade alta e que visto de onde nos encontramos aparenta desafiar toda e qualquer lei da gravidade. O mar também está lá. Um imenso espelho azul que nestes meses de verão, beija carinhosamente o grande porto que hoje, tal como no passado, é uma das principais portas de acesso ao Mediterrâneo. Quantas epopeias marítimas terão tido início nestas águas? Ou quantos exploradores de outras eras não sonharam com a descoberta de mundos para além do seu? 
Não será certamente por acaso que Génova foi o local de nascimento de um tal Cristóvão Colombo. Aquele que será certamente o mais famoso navegador de todos os tempos é um dos filhos pródigos desta cidade que guarda com orgulho a casa onde este terá eventualmente vivido durante um curto período. 
Sem surpresa os navios de hoje são outros. Cruzeiros de proporções quase megalómanas são presença assídua na paisagem citadina de Génova, trazendo consigo hordas de turistas que aparentemente se contentam com uma mão cheia de horas de passeio pela zona nobre da cidade. 
Quanto a nós, chegamos com vagar e reservamos-lhe um par de dias. Talvez até não seja suficiente, mas é o que temos e fazemos questão de aproveitar cada segundo. Exploramos a pé as suas ruas repletas de história que nos presenteiam com valiosos e deliciosos tesouros a cada esquina. Testemunhos de tempos idos que se perpetuaram até à atualidade e que na nossa opinião compõem uma das mais bonitas telas rústicas presentes no Norte de Itália.

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar


O QUE FAZER E VISITAR EM DOIS DIAS - AS NOSSAS 10 SUGESTÕES:

.PERCORRA A VIA BALBI E VISITE ALGUNS DOS MAIS BONITOS PALÁCIOS DA CIDADE
Partindo do princípio que o visitante chega a Génova através da Gare Ferroviária de Piazza Principe, a Via Balbi será muito provavelmente a primeira artéria que irá percorrer em toda a sua extensão. Esta movimentada avenida acolhe alguns dos mais bonitos e importantes palácios existentes na cidade de entre os quais destacamos o Palazzo Reale, o Palazzo Durazzo Pallavicini, o Palazzo Balbi Senarega assim como o lindíssimo espaço que acolhe a Universidade de Génova

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar


.IMPRESSIONE-SE COM O MAGNÍFICO INTERIOR DA BASÍLICA SANTÍSSIMA ANUNZIATA DEL VASTATO
No extremo oriental da Via Balbi irá deparar-se com um imponente edifício religioso de estilo Barroco que muito provavelmente não o impressionará de imediato. Sugerimos então que não se deixe influenciar pela primeira impressão até porque o que irá encontrar para lá das robustas paredes da Basílica Santíssima Anunziata del Vastato confirma a regra de que na maioria dos casos a beleza de algo está no seu interior.
A entrada é gratuita, contudo uma pequena doação será sempre bem vinda. 

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar


.SINTA A ENERGIA CONTAGIANTE DE GÉNONA NA PIAZZA DE FERRARI
Depois de se perder uma mão cheia de vezes nas estreitas ruas do centro histórico de Génova, acabará certamente por chegar à Piazza de Ferrari, o local mais movimentado da cidade e no qual poderá eventualmente fazer uma pausa enquanto aprecia não só a bonita fonte que decora o espaço mas também os elaborados edifícios que o abraçam. Não tenha pressa e aproveite a sua passagem por este local para visitar o Palazzo Ducale, a Chiesa del Gesù e dei Santi Ambrogio e Andrea, o Largo Alessandro Pertini ou o Teatro Carlo Felice

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar


.ENTRE NA CATTEDRALE DI SAN LORENZO E CONHEÇA O PRINCIPAL TEMPLO RELIGIOSO DA CIDADE
A uma curta distância da Piazza de Ferrari encontra-se o mais importante Templo religioso da cidade. Encravada por entre o denso casario do centro histórico, ergue-se, imponente, a Cattedrale di San Lorenzo que sem surpresas chama sobre si as atenções de todos os que por ali passam. Antes de transpor o grande portal de madeira "perca" meia dúzia de minutos para apreciar os elaborados detalhes que decoram a fachada principal, na qual se destaca o típico padrão preto e branco presente em muitas igrejas do país. Uma vez no interior alimente o olhar com a enorme beleza que compõe todo o espaço. 
O acesso é gratuito, contudo é exigido ao visitante o uso de trajes adequados.

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar


.ATRAVESSE A PORTA SOPRANA E DÊ UM SALTINHO À CASA DE CRISTÓVÃO COLOMBO
Génova foi em tempos um importante burgo medieval protegido por imponentes muralhas de pedra que mantinham a salvo todos aqueles que viviam no seu interior. Da fortaleza protetora já poucos vestígios restam, porém, ainda existe uma pequena secção situada no extremo oriental do centro histórico que se destaca da paisagem envolvente. A Porta Soprana foi em tempos um dos acessos ao casco antigo e devido ao seu bom estado de conservação atual acabou por se transformar num local de passagem obrigatória para quem pretende conhecer o melhor que Génova tem para oferecer a quem a visita. Ao percorrer esta zona da cidade não deixe de passar pela antiga Casa de Cristóvão Colombo assim como pelas Ruínas do Chiostro di Sant'Andrea

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar


.PERCA-SE NAS RUAS LABIRÍNTICAS DO BAIRRO MOLO
Se o visitante procura sentir a verdadeira alma da cidade de Génova então não deverá de forma alguma deixar de percorrer as labirínticas ruas do Bairro Molo, situado a meia dúzia de metro do porto. Esqueça o gps e assuma você mesmo o destino dos seus passos, percorrendo sem reservas todas as ruas, ruelas, becos e travessas deste que segundo percebemos é o mais antigo bairro da cidade. 

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar


.ACABE O DIA COM UM AGRADÁVEL PASSEIO AO LONGO DO PORTO ANTICO
Talvez esta zona da cidade seja aquela que mais rapidamente nos vem à memória quando falamos ou ouvimos falar de Génova. Orientado para o Mar Mediterrâneo, o antigo porto marítimo continua a ser uma das principais portas de entrada na cidade, recebendo diariamente enormes navios de cruzeiro que como seria de esperar contribuem de forma generosa para o equilibro económico da região. Pelo seu enquadramento paisagístico esta área merece que lhe dedique algum tempo, especialmente ao final do dia. Se tiver a oportunidade visite o Aquário de Génova, o jardim tropical "Biosfera" assim como a réplica de um Antigo Galeão do século XVII.

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar


.OBSERVE A CIDADE A PARTIR DA SPLANATA CASTELLETO
Acorde cedo e testemunhe o momento em que a cidade desperta a partir de um dos mais espetaculares miradouros de Génova. Se ao final da tarde este local é o palco escolhido pelos habitantes da cidade e turistas para desfrutar de alguns momentos de convívio, de manhã, envolta num ambiente completamente distinto, a Splanata Castelleto revelou-se uma agradável surpresa, acabando mesmo por receber a nossa visita por diversas vezes durante a nossa estadia. 

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar


.PERCORRA TODA A EXTENSÃO DA BONITA VIA XX SETTEMBRE
De todas as grandes avenidas que conhecemos durante a nossa passagem por Génova a Via XX Settembre foi decididamente aquela que mais nos agradou percorrer. Para além da vertente comercial, esta artéria destaca-se das demais pelos inúmeros edifícios presentes em praticamente toda a sua extensão, tendo inclusive servido de cenário para algumas produções cinematográficas. 

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar
 

.IMPROVISE UM PIC-NIC NA PIAZZA DELLA VITTORIA ENQUANTO LANÇA O OLHAR PARA O ARCO DO TRIUNFO
Numa das áreas mais movimentadas de Génova encontra-se um bem tratado espaço verde no qual o visitante poderá (caso queira) improvisar um pic-nic enquanto aprecia um dos mais marcantes monumentos históricos da cidade. No centro da Piazza della Vittoria ergue-se um Arco do Triunfo que segundo percebemos homenageia todos aqueles que morreram durante a 1° Guerra Mundial. Se pretender conhecer um pouco mais desta área, sugerimos então que caminhe até à Mura delle Cappuccine, uma colina situada no extremo sul da praça e à qual se chega depois de subir alguns lanços de escadas. 

Génova - O que visitar

Génova - O que visitar


INFORMAÇÕES ÚTEIS:

.COMO CHEGÁMOS A GÉNOVA:
Embora Génova disponha de um Aeroporto Internacional (que usámos no regresso a casa) a verdade é que chegámos à cidade vindos de Turim, utilizando o bem organizado sistema de transporte ferroviário. Este serviço tem (na maioria dos casos) tarifas acessíveis e a frequência de ligações entre estes dois pontos satisfez plenamente as nossas necessidades. 
.Pode obter AQUI mais informações sobre preços e horários do sistema de transportes ferroviários de Itália. 

.COMO NOS DESLOCÁMOS NA CIDADE:
Apesar da zona alta e baixa de Génova serem separadas por um desnível significativo a verdade é que esse factor nunca foi impeditivo para que nos deslocássemos a pé entre os diversos locais que visitámos durante a nossa estadia. Os níveis inferiores e superiores da cidade encontram-se ligados através de uma mão cheia de elevadores de utilização gratuita que acabam por facilitar bastante a vida não só aos habitantes locais como também aos turistas. 

.DO AEROPORTO PARA O CENTRO DA CIDADE (E VICE-VERSA):
A menos que opte por alugar uma viatura no aeroporto ou que recorra aos serviços de um táxi, o visitante terá necessariamente de utilizar um ou vários transportes públicos para chegar ao centro da cidade. Neste caso a solução mais prática será certamente o bus da companhia Volabus que sai do exterior do terminal do aeroporto a cada 60 minutos, realizando o trajeto até às Estações Ferroviárias Genova Principe e Brignole em cerca de meia hora. O ingresso para este serviço tem um custo de 6 euros se for comprado no interior do veículo e 5 euros quando adquirido on-line. 
Outra solução, mais económica mas substancialmente mais demorada, será apanhar um bus da companhia Airlink no exterior do aeroporto para a Gare Ferroviária Sestri Ponente e a partir desse local seguir de comboio até Genova Principe. Ainda que não tenhamos utilizado este sistema, foi-nos transmitido que neste caso o custo total da viagem é de menos de 2 euros. 

.ONDE GOSTÁMOS DE DORMIR EM GÉNOVA:
Para lá do asseio e dos preços, damos também primazia à localização na altura de escolhermos um alojamento para um determinado destino. Gostamos de ficar numa zona central, a uma curta distância dos locais que pretendemos visitar, mas também perto de supermercados ou restaurantes. Em Génova não foi diferente e tendo em conta as tarifas praticadas no mês de Junho até acabámos por ficar bem servidos sem que isso implicasse um rombo considerável no nosso orçamento.
O Leone X Genova Affittacamere foi a nossa escolha. Os quartos são simples mas extremamente limpos assim como as casas de banho partilhadas e todas as restantes áreas comuns. Ainda que este possa não ser o hotel mais sofisticado da cidade cumpriu com as expectativas, satisfazendo plenamente os nossos critérios.  




PARA SABER MAIS SOBRE ESTA E OUTRAS VIAGENS,
ACOMPANHE O DIÁRIO DAS VIAGENS NAS REDES SOCIAIS: 

Sem comentários:

Enviar um comentário