terça-feira, 12 de abril de 2022

PALENQUE - GUIA COMPLETO PARA CONHECER A ANTIGA CIDADE MAIA

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Depois da longa viagem que nos trouxera desde San Cristobal de las Casas, chegámos a Palenque às primeiras horas de uma manhã mal humorada. Com o céu coberto de nuvens, testemunhamos literalmente os momentos em que a cidade desperta e nós, ainda meio atordoados, vamos também acordando enquanto percorremos as ruas quase desertas.
Um café e uns bolos comprados numa loja de conveniência são, por agora, a refeição possível que para ser sincero acaba por nos sustentar até bem perto do início da tarde. 
Como seria de esperar o check-in no Hotel escolhido para a nossa estadia ainda não pode ser realizado mas as mochilas, essas, têm autorização para ficar guardadas numa peça anexa à receção até à hora que decidirmos regressar. 

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Não estamos longe do local onde se apanham os coletivos para as ruínas da antiga cidade Maia e bastam-nos um par de minutos para alcançar a paragem improvisada na qual não somos os únicos passageiros a aguardar pelo transporte que tarda em aparecer. Durante a espera, o corpo dá-nos conta da necessidade de mais uma dose de cafeína que tentaremos conseguir na bomba de gasolina situada a dois passos do sítio onde estamos. O objetivo é alcançado e com direito a bónus.

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Este breve desvio ao nosso plano inicial acaba por compensar, uma vez que travamos conhecimento com um simpático casal que, por coincidência, também segue na direção da zona arqueológica e se oferece prontamente para nos levar. O trajeto é curto mas as conversas que nele se desenrolam levam-nos a percorrer milhares de quilómetros, transportando-nos para aventuras vividas por outras latitudes. Ele americano, ela mexicana estão a viajar pela região de carro e ao saberem que somos portugueses, falam-nos com saudade da sua passagem pelo Algarve.  
À chegada ao principal acesso do parque fazemos uma foto de grupo, trocam-se contactos e despedimo-nos com a certeza de que nos voltaremos a cruzar enquanto exploramos as ruínas da antiga cidade Maia.
 
Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Com as portas abertas à meia dúzia de minutos, poucos são os visitantes que connosco partilham aqueles terrenos quase sagrados nos quais se ergue um bem composto conjunto de antigos edifícios que de imediato nos convidam a soltarmos a imaginação. Por entre os acordes da natureza assumimos a pele de um qualquer explorador que depois de uma longa caminhada pela selva ali chega pela primeira vez. Sentimos, respiramos, arrepiamo-nos e esforçamo-nos para que nenhum detalhe fique por descobrir. Ao olhar para cada uma daquelas estruturas tentamos construir estórias, rituais ou acontecimentos levados a cabo por quem, noutra era, fez deste local o seu porto de abrigo. Quantos segredos ainda se esconderão para lá das paredes de pedra que hoje temos diante nós? Não sabemos, mas acreditamos que a magia que faz de Palenque um lugar singular estará muito provavelmente nos mistérios que este local se recusa a desvendar. 

AS RUÍNAS E OS LOCAIS QUE MAIS NOS IMPRESSIONARAM NA ZONA ARQUEOLÓGICA DE PALENQUE:

.TEMPLO DE LAS INSCRIPCIONES
Pouco depois de acedermos ao interior da zona arqueológica deparamo-nos com esta incrível construção, que para além de ser a mais imponente nos pareceu também a mais bem conservada. Durante a visita ficámos a saber que o edifício terá sido erguido para ser um monumento fúnebre e que o nome com que foi batizado pelos arqueólogos estará certamente ligado às inscrições presentes no nível superior. 

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo


.TEMPLO DE LA REINA ROJA
Apesar da aparência modesta, este templo tem uma importância relativamente grande, uma vez que no seu interior foi encontrado um túmulo (quase intacto) que se pensa ser de uma antiga rainha Maia. Este edifício está situado à direita do Templo das Inscriptiones.

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo


.TEMPLO DE LAS CRUCES
Um monumento que na realidade é formado por um conjunto de três estruturas, de entre as quais se destaca o Templo de las Cruces por ser a construção mais imponente. Trata-se de uma pirâmide situada numa da áreas mais elevadas do complexo e no qual também foram descobertas valiosas inscrições assim como alguns bonitos painéis de baixos relevos.

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo


.TEMPLO DEL SOL
A meia dúzia de metros do Templo de las Cruces, encontra-se este pequeno mas bonito edifício que se destaca por estar extremamente bem conservado. Segundo percebemos o Templo del Sol era usado por altura dos solstícios de verão e inverno para a realização de sacrifícios e outras cerimónias. 

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo


.O PALÁCIO
Ao olharmos para o que resta do Palácio percebemos que esta seria certamente a mais vistosa estrutura da antiga cidade Maia. Ainda que não haja certezas pensa-se que este local albergava os principais edifícios políticos e administrativos assim como as residências das mais importantes personalidades desta comunidade.  

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo


.TEMPLO DEL CONDE
Situado na área norte, o Templo del Conde é mais um dos bonitos exemplos arquitetónicos da cultura Maia ainda presentes no complexo arqueológico de Palenque. Por se encontrar um pouco afastado dos restantes monumentos percebemos que toda a área envolvente é por consequência a menos frequentada pelos visitantes. Foi também a partir deste local que iniciámos a caminhada que nos levou até à saída. 

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo


.MUSEU DE PALENQUE
Depois de quase quatro horas a explorar as ruínas ainda arranjámos tempo para visitar o museu no qual se encontram expostas inúmeras peças provenientes da zona arqueológica de Palenque. Apesar do espaço não ser muito vasto, está muito bem organizado e acabou por nos dar a oportunidade de entender um pouco mais sobre a história da antiga cidade Maia. 

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo


INFORMAÇÕES ÚTEIS:

.QUANTO CUSTA O INGRESSO PARA A ZONA ARQUEOLÓGICA
Visitar a área arqueológica de Palenque implica a compra de dois ingressos distintos. Um para aceder às ruínas propriamente ditas que tem um custo de 85MXN e que inclui igualmente a entrada no museu. O outro bilhete diz respeito ao Parque Nacional, onde se situam as ruínas e que tem o valor de 97MNX.
Assim sendo, visitar a zona arqueológica de Palenque tem um custo total de 182MXN. 
É importante ter em conta que a aquisição de ambos os ingressos se faz na bilheteira do museu e não nas entradas do parque. 
.AS TARIFAS INDICADAS SÃO REFERENTES AO MOMENTO EM QUE VISITÁMOS A ZONA ARQUEOLÓGICA DE PALENQUE (03/2022)

.COMO CHEGAMOS À CIDADE DE PALENQUE 
Chegar a Palenque implicou uma longa viagem de autocarro que teve como ponto de partida a cidade de San Cristobal de las Casas. Foram cerca de dez horas que por opção realizámos durante a noite, de forma a rentabilizar o tempo limitado que dispúnhamos. Contudo, percebemos que é perfeitamente possível visitar Palenque vindo de outros pontos do país uma vez que as ligações rodoviárias são frequentes e as empresas de transporte de passageiros da região propõem diversas ligações. Ainda que existam outras, a companhia ADO é a mais conhecida e aquela que parece controlar a maioria das rotas. 

.COMO IR DA CIDADE PARA A ZONA ARQUEOLÓGICA
É extremamente fácil chegar à zona arqueológica desde a cidade de Palenque uma vez que os coletivos (vans partilhadas) circulam em permanência entre estes dois pontos. Este serviço tem um custo de 20MXN por trajeto. Percebemos que é possível apanhar este meio de transporte AQUI e AQUI
O táxi é igualmente uma opção a ter em conta, contudo mais dispendiosa. 
No nosso caso e embora o primeiro objetivo fosse realizar o trajeto usando os coletivos, acabámos por apanhar uma boleia. 

.O QUE VISITÁMOS AO REDOR DE PALENQUE
A nossa estadia na cidade de Palenque foi curta mas ainda assim tentámos aproveitar o tempo disponível para, além das ruínas, ficar a conhecer um pouco mais da região. Sabíamos da existência de várias cascatas situadas nas áreas ao redor da cidade e depois de alguma pesquisa decidimos que as de Roberto Barrios seriam aquelas que melhor se enquadravam nas nossa pretensões. Apanhámos então um coletivo (50MXN) e depois de quase uma hora por estradas e paisagens rurais chegámos ao pequeno aglomerado habitacional que serve de porta de entrada para aquele que se viria a tornar um dos locais mais fantásticos desta viagem pelo México. Ao longo do curso do rio fomos descobrindo diversas piscinas naturais onde nos banhámos, atenuando assim o extremo calor que se fazia sentir no dia que visitámos as cascatas. 
.O acesso às cascatas Roberto Barrios tem um custo de 30MXN

.ONDE GOSTÁMOS DE DORMIR EM PALENQUE
Incluir Palenque no nosso roteiro tinha como principal objetivo a visita às ruínas da antiga cidade Maia e impunha-se que escolhêssemos um alojamento que para além de complementar esta experiência nos permitisse também repousar e repor as energias depois de um dia a percorrer a área arqueológica. Elegemos então uma zona que nos facilitasse as deslocações que pretendíamos realizar e o Hotel Maya Tulipanes Palenque acabou por ser a escolha que mais se enquadrou nos nossos desejos. Os quartos são espaçosos, decorados de forma simples mas com extremo bom gosto, proporcionando assim o conforto necessário para uma ótima estadia. Para além da piscina também gostámos bastante das áreas comuns onde  aproveitando o wi-fi disponível em toda a área do hotel, atualizámos algum trabalho que tínhamos em atraso.
.A CRÓNICA COMPLETA SOBRE A NOSSA ESTADIA NO HOTEL MAYA TULIPANES PALENQUE PODE SER LIDA AQUI.

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo

Visitar as Ruínas de Palenque - Guia completo




PARA SABER MAIS SOBRE ESTA E OUTRAS VIAGENS,
ACOMPANHE O DIÁRIO DAS VIAGENS NAS REDES SOCIAIS: 

Sem comentários:

Enviar um comentário