domingo, 12 de fevereiro de 2017

VISITAR OS MAIS BONITOS TEMPLOS BUDISTAS DE LUANG PRABANG


O Budismo é a principal religião do Laos e Luang Prabang será muito provavelmente o mais significativo centro espiritual do país. 
São mais de mil os monges budistas que habitam nos cerca de trinta templos e mosteiros existentes nesta pequena cidade listada pela UNESCO como património da humanidade.
Passear em silêncio por entre estes edifícios de arquitectura única é uma ótima oportunidade de conhecer um pouco mais desta religião, assim como alguns dos costumes dos monges budistas do Laos, que apesar de tímidos, estão quase sempre dispostos a trocar dois dedos de conversa com os visitantes ocidentais.
Perante uma tão grande concentração de templos, poderíamos perfeitamente ter ocupado um dia inteiro com visitas a estes locais de culto. 
De forma a ajudar a escolher quais os templos a visitar e sobretudo a organizar a sua estadia em Luang Prabang, deixamos-lhe uma lista dos mais importantes e bonitos Wat's espalhados pela cidade.


8 TEMPLOS QUE MERECEM SER VISITADOS EM LUANG PRABANG

.WAT XIENG THONG
No que toca a templos, o Wat Xieng Thong é indiscutivelmente aquele que mais gostámos de visitar durante a nossa passagem por Luang Prabang. Este bonito e bem cuidado santuário budista construído em 1559 destaca-se pelas suas paredes pintadas com cores vivas, decoradas com pequenos mosaicos coloridos.
Das duas capelas situadas ao redor do santuário principal, destaca-se a Red Chapel que no seu interior alberga uma imagem de Buda que segundo consta data da altura da sua construção.






.WAT MAI
À semelhança de muitos dos templos existentes em Luang Prabang também este se encontra situado ao longo da rua principal. Apesar de pequeno, a sua importância histórica é enorme, e uma vez que se situa numa área contígua ao antigo Palácio Real foi em tempos usado pelo Rei assim como por grande parte da sua família.




.WAT PHA BANG
Embora se situe no interior do Palácio Real, a verdade é que a construção deste bonito templo só foi concluída num período em que a monarquia praticamente já não usava o complexo. Esta estrutura de arquitectura tradicional, com os seus incríveis telhados e os detalhes dourados que preenchem grande parte da fachada, acolhe a mais sagrada imagem de Buda existente no Laos.





.MONTE PHOU SI
Este é mais um dos locais de passagem obrigatória para quem visita Luang Prabang.
Ao final do dia o ponto mais elevado desta colina enche-se de turistas que aqui chegam para assistir ao pôr do sol. Na nossa opinião a subida deve iniciar-se na encosta oriental, ao longo da qual irá encontrar vários pequenos templos, santuários e até o que dizem ser uma pegada de Buddha.
No topo poderão disfrutar das fantásticas vistas sobre a cidade de Luang Prabang e dos rios Mekong e Nam Khan.






.WAT WISUNARAT
Datado de 1513, o Wat Wisunarat é segundo os registos atuais, o mais antigo templo de Luang Prabang e um dos poucos exemplos existentes da arquitectura típica Laociana do século XVI.
Uma vez que já se encontra um pouco afastado do chamado centro histórico, acaba por ser injustamente excluído do roteiro turístico de muitos dos que visitam a cidade.





.WAT AHAN
De todos os templos que referimos nesta crónica, este é talvez o menos impressionante e aquele que provavelmente causará menor impacto naqueles que visitam os santuários budistas de Luang Prabang. Contudo, e visto que se situa a meia dúzia de metros do Wat Wisunarat, a passagem por este pequeno templo só acabará por enriquecer ainda mais a sua experiência.



.WAT SENE
Também conhecido como templo dos 100.000 tesouros, este bonito santuário budista situado bem no coração da Old Town, é um dos imperdíveis para quem visita a cidade de Luang Prapang. O nome trazido da antiguidade deve-se ao facto de uma lenda dizer que o complexo foi erguido no início do século XVIII com 100.000 pedras preciosas trazidas do Rio Mekong.





.WAT PHRA MAHATHAT       
Apesar de se situar na avenida principal, a verdade é que este é um dos templos menos visitados de Luang Prabang. O acesso ao complexo é feito através de uma escadaria guardada por duas serpentes de sete cabeças. A fachada principal encontra-se adornada com bonitos detalhes dourados assim como vários murais onde estão representadas cenas de cariz religioso.





PARA SABER MAIS SOBRE AS NOSSAS VIAGENS E VER AS FOTOS DESTE E DE OUTROS DESTINOS ACOMPANHE O DIÁRIO DAS VIAGENS NAS REDES SOCIAIS:

Sem comentários:

Enviar um comentário