quarta-feira, 22 de julho de 2020

MECHELEN (MALINES), BÉLGICA - O QUE VISITAR NUM DIA

O que visitar em Mechelen (Malines) - Bélgica

Basta fazer uma pesquisa rápida para perceber que as cidades de Bruxelas, Bruges, Gent ou até Antuérpia são na maioria das vezes as principais escolhas de grande parte daqueles que pensam visitar a Bélgica. Sabemos também que de forma geral a passagem pelo país é curta e para além dos locais acima indicados, o visitante acaba por não ter tempo para se aventurar para além do óbvio. 
Depois de vários anos a viver no país, temos vindo a descobrir que afinal a Bélgica é muito mais que aquela meia dúzia de referências feitas pelos guias turísticos. É um país incrível, rico em valiosos tesouros que merecem que acrescente alguns dias extra ao seu roteiro. É então tendo em conta este contexto que lhe sugerimos uma visita à cidade de Mechelen, situada em pleno coração da Flandres. Aqui ainda parece viver-se para a comunidade e ao contrário dos principais centros urbanos do país, a fraca presença de turistas não se revela para já, como um acontecimento dramático para a economia local. Mechelen é um daqueles destinos que consideramos fora da caixa, que nos permitem passear calmamente sem que por um minuto sequer sejamos vistos como um alvo fácil de um qualquer esquema montado com o propósito de subtrair umas coroas ao visitante mais desatento. Esqueça então o seu papel de turista e misture-se com a população enquanto aprecia a lindíssima arquitetura da praça central, caminhe em silêncio ao longo do canal que rasga a cidade ou visite um ou outro museu para ficar a conhecer um pouco mais da cultura e da história da cidade e do país.  






Em suma, podemos garantir que não faltarão motivos para se desviar dos roteiros tradicionais, dando a oportunidade a destinos pouco divulgados que muitas das vezes nos proporcionam as experiências mais enriquecedoras. Para além disso e como já foi referido, Mechelen parece fazer questão de se manter orgulhosamente fiel ao que é seu, não mostrando para já qualquer desejo de se tornar demasiado turística. 
Aceite as nossas sugestões e na sua próxima viagem à Bélgica guarde um dia para que possa descobrir alguns dos segredos da cidade de Mechelen.





9 LOCAIS E EXPERIÊNCIAS QUE NÃO PODE PERDER QUANDO VISITAR MECHELEN:

.APRESENTE-SE À CIDADE NA LINDÍSSIMA GROTE MARK
É neste bonito local envolto numa energia contagiante que sugerimos que inicie a sua visita à cidade. Para além das várias explanadas ali presentes, o que mais chamará a atenção será com toda a certeza as cores e a arquitetura típica de grande parte das construções que rodeiam todo o espaço. Ainda assim o grande destaque é o vistoso edifício da câmara municipal que se ergue numa das extremidades da praça. 




.VISITE AS BONITAS IGREJAS EXISTENTES NA CIDADE
São várias as igrejas que consigo se cruzarão enquanto passeia pelo chamado centro histórico de Mechelen. Se tiver oportunidade aceda ao interior de cada uma delas de forma a poder apreciar a decoração e arquitetura que em alguns casos se revelam autênticas obras de arte. Se o seu tempo for limitado sugerimos que visite pelo menos a Catedral de S.Romualdo (Saint-Rumbold) que é atualmente o mais importante espaço religioso da cidade. O acesso é gratuito, sendo unicamente cobrado um ingresso para quem quiser ascender ao topo do campanário.




.FAÇA COMPRAS (OU NÃO) NA SEMPRE MOVIMENTADA IJZERENLEEN
Esta é seguramente a mais movimentada artéria da cidade e na qual estão situadas as lojas das principais marcas nacionais e estrangeiras. Para além do seu lado comercial esta rua é também um dos melhores locais para (mais uma vez) apreciar a arquitetura típica da região da Flandres.




.DESCUBRA UM POUCO MAIS SOBRE O PASSADO DA CIDADE NO MUSEU HOF VAN BUSLEYDEN
De forma a que a sua passagem por Mechelen seja ainda mais valorizada, sugerimos que visite o bem organizado Museu Hof Van Busleyden. É no interior deste antigo palácio que o visitante é convidado a realizar uma viagem no tempo, até aos séculos XV e XVI. O espaço é composto por exposições temáticas assim como algumas experiências interativas que de forma clara nos dão a conhecer o passado glorioso da cidade. 




.CAMINHE AO LONGO DO RIO PELO PASSADIÇO DE MADEIRA 
Depois deste primeiro contacto com a cidade, está na altura de acrescentar um pouco de calma a um dia que se anuncia longo. Dirija-se então até à ponte Van Beethovenbrug e a partir desse ponto aproveite para caminhar tranquilamente sobre o passadiço de madeira que acompanha as águas do Rio Dyle. Para além desta plataforma o conduzir até à nossa próxima paragem neste roteiro, é também uma ótima oportunidade para conseguir observar a cidade de uma outra perspectiva.  




.PERCORRA O JARDIM BOTÂNICO E APROVEITE PARA FAZER UM PIC-NIC 
Depois de uma breve caminhada ao longo do Rio Dyle chegará ao maior e mais importante espaço verde da cidade. Esta área é composta por diversos tipos de árvores, lagos, pontes e grandes zonas relvadas nas quais poderá (caso pretenda) sentar-se e improvisar um agradável pic-nic.




.DISFRUTE DA TRANQUILIDADE PRESENTE NAS RUAS DO BEGIJNHOF (GRANDE E PEQUENO)
Estes emaranhados de estreitas ruas e ruelas foram em tempos ocupados por mulheres cujos maridos nunca regressaram da guerra e que com o passar dos anos acabaram por formar antigas comunidades que de certa forma contribuíram para o desenvolvimento da cidade de Mechelen. Pouco a pouco o contexto original deixou de fazer sentido e grande parte das habitações foram sendo recuperadas. Atualmente esta área é ocupada por famílias locais. Na nossa opinião este é um dos locais mais pitorescos da cidade e no qual sabe bem passear quase em silêncio, descobrindo aqui e ali alguns bonitos recantos. 




.RELEMBRE O LADO NEGRO DA HISTÓRIA COM UMA VISITA AO MUSEU/MEMORIAL KASERN DOSSIN
O local onde se encontra instalado este museu/memorial está inequivocamente ligado com um dos períodos mais negros da história do país. O holocausto foi vivido um pouco por toda a Europa e a Bélgica não foi exceção, tendo sido a partir deste edifício que entre 1942 e 1944 se deu início ao transporte dos Judeus e ciganos residentes no país. Durante esse par de anos mais de 25.000 pessoas acabaram em campos de concentração e este museu é atualmente uma espécie de tributo a todos aqueles que foram vítimas das atrocidades impostas pelo regime nazi. 




.VISITE A HET ANKER BREWERY E ENRIQUEÇA O SEU CONHECIMENTO SOBRE AS CERVEJAS BELGAS
De todos os locais e experiências presentes nesta lista, este foi o único que ainda não tivemos a oportunidade de realizar. Visitar a fábrica de cervejas Het Anker é um dos objetivos a concretizar numa das nossas próximas passagens por Mechelen.


COMO CHEGAR

Mechelen situa-se a aproximadamente 20 minutos das cidades de Bruxelas e Antuérpia. Tendo em conta que o seu ponto de partida é um destes dois locais, podemos assegurar que facilmente poderá chegar a Mechelen usando o comboio. Quer venha do norte ou do sul a sua chegada acontecerá na estação ferroviária Mechelen Central Station, situada a não mais de dez minutos a pé do centro histórico.
Pode consultar as tarifas e horários deste e outros destinos no SITE OFICIAL dos caminhos de ferro da Bélgica. 


COMO SE DESLOCAR

Se não possui qualquer limitação motora, não terá dificuldades para se deslocar entre os principais pontos de interesse, uma vez que o centro histórico de Mechelen está circunscrito a uma área relativamente pequena que se percorre facilmente a pé. 


                  PARA SABER MAIS SOBRE AS NOSSAS VIAGENS E VER AS FOTOS DESTE E DE OUTROS DESTINOS ACOMPANHE O DIÁRIO DAS VIAGENS NAS REDES SOCIAIS:

                  Sem comentários:

                  Enviar um comentário