terça-feira, 22 de maio de 2018

.GRUTAS DE YUNGANG - DATONG, CHINA


À medida que avanço sobre a ponte que atravessa as águas geladas daquele enorme lago, o meu olhar vai saindo em busca das escarpas rochosas onde se escondem as famosas Grutas de Yungang. Não tenho de aguardar muito até que me cruze com as primeiras. Para já são só sete ou oito pequenos nichos talhados na encosta de uma forma quase primitiva e bastante diferentes das imagens vistas na internet que despertaram a minha atenção, criando em mim um desejo quase incontrolável de visitar este local.  




Um ventinho desagradável empurra-me pelas costas, dando quase a entender que alguma força divina apressa a minha chegada àquelas gargantas de pedra que se abrem no corpo da montanha e onde seguramente encontrarei algumas das mais de cinquenta mil estátuas existentes no santuário.
Tal como havia perspetivado, a experiência vai aumentando progressivamente de intensidade.
Não quero fazer como os grupos de visitantes que vejo chegar, tiram meia dúzia de fotos e abalam de sorriso no rosto depois de visitarem duas ou três grutas. Faço questão de sentir e desfrutar da oportunidade de estar perante tão grande riqueza histórica 
Percorro o espaço de forma lenta dando-me tempo suficiente para entrar e sair em cada uma das grutas que em alguns casos se alargam em enormes galerias, no interior das quais foram de forma artística esculpidas gigantescas estátuas que com um olhar sereno parecem manter-se atentas os meus movimentos.






Nas paredes de alguns deste santuários de outros tempos, ainda são bem visíveis inúmeros frescos coloridos que me remetem para um qualquer filme do mítico Indiana Jones. 
Hoje já sem tesouros por desvendar resta-me guardar em mim tudo o que vejo, uma vez que os funcionários que ali permanecem não me permitem recolher qualquer imagem para mais tarde recordar. Afinal regras são regras e há que preservar o património.

Tenho uma paixão especial por lugares, cidades e monumentos que mesmo sem falarem me contam episódios do passado. No dia em que me despeço de Datong, a narrativa esteve a cargo de uma mão cheia de gigantes de pedra escondidos em grutas que de forma violenta rasgam as encostas rochosas.






Mais um dia e mais um mergulho na história deste país. Ao final da manhã dou por concluída a visita e regresso à cidade com a alma recheada e com a certeza de que o complexo de Grutas de Yungang é um daqueles locais que vale mesmo a pena descobrir.



-INFORMAÇÕES ÚTEIS:

.COMO CHEGAR AO COMPLEXO DE GRUTAS DE YUNGANG?

  • Para chegar ao complexo de Grutas de Yungang basta apanhar o Bus 603 que parte de forma repetida das imediações da Gare Ferroviária. O trajecto leva aproximadamente 45 minutos a realizar e tem um custo de 3 CNY.

.QUANTO CUSTA O ACESSO AO COMPLEXO?

  • Na altura em que visitámos os mosteiro (março 2018) o ingresso teve um custo de 80 CNY 

.QUANDO VISITAR?

  • Os melhores períodos para visitar as Grutas de Yungang são entre os meses de Abril e Maio assim como entre Setembro e Outubro,uma vez que nestas alturas as temperaturas são mais amenas, evitando desta forma o frio dos meses de inverno, o calor abrasador e as enchentes de turistas dos meses de verão.

-OUTRAS CRÓNICAS SOBRE A CHINA:



 Podem acompanhar as nossas viagens e ver as fotos deste e de outros destinos na pagina do Diário das Viagens no Facebook.

Sem comentários:

Enviar um comentário