terça-feira, 17 de maio de 2016

VISITAR OS TÚMULOS DE NAQSH-E ROSTAM - IRÃO


Persépolis ficou para trás. Estamos de volta à estrada mas ao que parece não será por muito tempo, uma vez que somente uma dúzia de quilómetros nos separam do local para onde nos dirigimos. 
Pouco depois a camioneta estaciona e antes de sairmos o guia explica-nos que é em Naqsh-e Rostam que se encontram os túmulos imperiais de quatro dos Reis de Aqueménides.
Diante nós temos quatro túmulos colossais em forma de cruz esculpidos numa encosta rochosa e a
inda que com as devidas diferenças, tudo aquilo me faz recordar a minha passagem por Petra na Jordânia




Sinto-me quase insignificante perante o tamanho e a importância do que tenho diante mim. São nada mais nada menos que três mil anos de história.

Apesar da idade avançada pode-se dizer que o estado de conservação é no mínimo razoável. Ao que parece, no interior dos túmulos já nada existe uma vez que durante a invasão de Alexandre o grande também este local foi saqueado.
Os murais esculpidos num nível inferior representam cenas e imagens de batalhas importantes.



Dos quatro túmulos existentes só um pôde ser identificado como pertencente ao Imperador Persa Dario I. Os restantes e embora não haja certezas, pensa-se que pertencem a Dario II, Artaxerxes I e Xerxes I.


Do lado esquerdo ergue-se uma torre onde segundo a explicação dada, serviria para guardar o corpo do imperador enquanto o túmulo não ficava pronto.


A visita promete ser curta. Trinta minutos é o tempo dado pelo guia para poder-mos explorar o local, que na realidade não é grande, mas com muito para ver e assimilar.
Caminhei, tirei fotos, sentei-me, levantei-me,andei de um lado para o outro.

É a constante busca de locais e experiências como esta que me faz viajar. Naqsh-e Rostam é sem dúvida um dos monumentos mais fantásticos do Irão e devido à sua importância histórica não podia de forma alguma ficar de fora do meu roteiro.



PARA SABER MAIS SOBRE AS NOSSAS VIAGENS E VER AS FOTOS DESTE E DE OUTROS DESTINOS ACOMPANHE O DIÁRIO DAS VIAGENS NAS REDES SOCIAIS:

Sem comentários:

Enviar um comentário