domingo, 26 de janeiro de 2020

VISITAR CHEFCHAOUEN - QUANTOS TONS DE AZUL CABEM NO TEU OLHAR?

O que visitar em Chefchaouen, Marrocos

Ninguém diria que aos pés de uma cadeia montanhosa se escondia um tão valioso tesouro. Na internet abundam imagens deste pequeno aglomerado de casas e ruas pintadas de azul que cada vez mais parecem fazer as delicias daqueles que procuram a foto perfeita para postar nas redes sociais. Contudo nada nos prepara para o abanão que sofremos quando pela primeira vez caminhamos para lá da grande muralha, e aí sim, damo-nos conta que Chefchaouen é muito mais que um badalado pano de fundo para uma qualquer sessão fotográfica de ocasião. É um local onde apesar do enorme impacto turístico ainda parece pairar um ambiente de certa forma rural, no qual alguns dos habitantes não escondem o seu incomodo quando confrontados com a sistemática chegada de visitantes.
Se nas principais artérias a movimentação de pessoas é por demais evidente, o mesmo não se pode dizer do que testemunhámos quando nos embrenhámos nas ruas e ruelas mais interiores. Aí tudo se altera e o constante burburinho dá lugar a um quase permanente silêncio, quebrado ocasionalmente pelo miar dos muitos gatos ali existentes ou pelo chamamento para a oração que à hora marcada ecoa pelos quatro cantos da cidade. Sabe bem passear nesta espécie de backstage que na nossa opinião é tão ou mais bonito que o palco principal situado uns metro mais abaixo. 







Neste mundo monocromático subimos e descemos ladeiras, cruzamo-nos com burros carregados de mercadorias ou com velhotes que sentados num alpendre observam meia dúzia de miúdos vidrados nas suas brincadeiras, e nós, meio perdidos nesta espécie de labirinto infinito, não passamos de meros figurantes perante as personagens de um enredo escrito em tons de azul. 

A beleza de Chefchaouen é inegável e as ruas da Medina parecem lançar-nos o insistente convite à descoberta, sem planos previamente traçados nem lógicas difíceis de entender. Como tal preferimos complementar este testemunho escrito com um breve registo fotográfico que de certa forma retrata a nossa passagem pela chamada pérola azul de Marrocos. 

.LEIA TAMBÉM: ROTEIRO COMPLETO PARA VISITAR O MELHOR DE MARRAQUEXE














INFORMAÇÕES ÚTEIS:

-COMO CHEGAR A CHEFCHAOUEN:
Para quem procura realizar uma escapadela de um par de dias a Chefchauen a opção mais viável é, na nossa opinião, apanhar um voo desde Lisboa tendo como destino a cidade de Tanger. Uma vez aí existem diversas opções para chegar à cidade azul. Se procura alguma liberdade de movimentos e caso se sinta à vontade, sugerimos que alugue uma viatura, conseguindo desta forma chegar a Chefchaouen em pouco mais de duas horas. Poderá também optar por fazer este trajeto (cerca de três horas) usando o autocarro, que ainda que seja um pouco mais demorado e obrigue a uma certa flexibilidade em termos de horários não deixa de ser uma ótima opção, uma vez que é bastante confortável e relativamente mais em conta.  
Pode igualmente usar os meios de transporte acima indicados no caso de se encontrar a viajar pelo país, podendo optar também pelo uso dos típicos grand táxi. Utilizámos por diversas vezes este táxis partilhados durante a nossa passagem por Marrocos e que além de extremamente baratos proporcionam uma experiência para mais tarde recordar. 



PARA SABER MAIS SOBRE AS NOSSAS VIAGENS E VER AS FOTOS DESTE E DE OUTROS DESTINOS ACOMPANHE O DIÁRIO DAS VIAGENS NAS REDES SOCIAIS:

Sem comentários:

Enviar um comentário