sábado, 21 de maio de 2022

CASCATAS ROBERTO BARRIOS - UMA AGRADÁVEL SURPRESA NAS FLORESTAS DE PALENQUE

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

A nossa estadia na cidade de Palenque foi curta mas ainda assim quisemos aproveitar o tempo disponível para, além da zona arqueológica, ficar igualmente a conhecer um pouco mais da região envolvente. Para além das ruínas sabíamos também da existência de várias cascatas situadas nas áreas ao redor da cidade e depois de alguma pesquisa percebemos que as de Roberto Barrios seriam aquelas que melhor se enquadravam nas nossa pretensões. Ficavam relativamente perto o local onde estávamos, eram fáceis de alcançar e com uma tarifa de acesso simpática tendo em conta o budget traçado para esta viagem. 
No dia escolhido acordámos cedo e depois de um pequeno almoço simples caminhámos a curta distância que separa o nosso hotel do ponto assinalado no nosso gps, onde, segundo as informações recolhidas, poderíamos apanhar um coletivo até ao local que queríamos alcançar. Pagamos o devido ingresso e já sentados na traseira da carrinha de caixa aberta, é-nos transmitido que teremos de aguardar até que os restantes lugares sejam preenchidos, algo que segundo o jovem chauffuer não deverá tardar muito.
 
De facto a espera não se alongou por mais de cinco minutos e no mal tratado veiculo avançamos então pelas estreitas ruas da cidade de Palenque que mais uma vez se mostram pouco interessantes ao nosso olhar. A área urbana é rapidamente engolida pela selva e aquela viagem de quase uma hora leva-nos por estradas e paisagens de aspeto rural, nas quais o verde é sem surpresas o tom dominante. 
O derradeiro trecho do trajeto é pautado por uma longa sucessão de curvas e contra-curvas que só se extinguem no momento em que alcançamos o modesto aglomerado habitacional que serve de porta de entrada para aquele que se viria a revelar um dos mais fantásticos locais que conhecemos nesta viagem pela região central do México. 

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Mal deixamos o veículo e antes mesmo de conseguirmos lançarmos o olhar sobre as cascatas impõe-se que paguemos uma espécie de contribuição para aceder à área na qual estas se situam. Devidamente autorizados atravessamos a pequena aldeia, penetrando depois numa zona florestal. Avançamos através de um trilho de terra que nos facilita o avanço por entre a densa vegetação e a cada passo dado o ruído da água está claramente mais próximo, misturando-se de quando em vez com o som do vento que nesta manhã insiste em fazer balançar as copas das árvores.


Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Se a primeira cascata surge de surpresa, sem que nos fosse dado tempo para nos prepararmos para a sua beleza, as seguintes acabam por ser um espécie de prolongação da visão inicial. Neste trecho o rio presenteia-nos com um número considerável de tanques de águas azul turquesa, distribuídos por vários níveis nos quais se vão aglomerando pequenos grupos de visitantes. 

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

Visitar as Cascatas Roberto Barrios

INFORMAÕES ÚTEIS:

.COMO CHEGÁMOS ÀS CASCATAS ROBERTOS BARRIOS
Estávamos em Palenque e como já foi referido optámos chegar às cascatas Roberto Barrios usando os tradicionais coletivos. Este meio de transporte muito usado no México é, na nossa opinião, a forma mais prática e económica de realizar o trajeto entre estes dois locais. A viagem tem um custo de 50MXN por trajeto e dura aproximadamente uma hora. Os coletivos para as Cascatas Roberto Barrios podem ser apanhados AQUI.

.QUANTO CUSTA O INGRESSO PARA VISITAR AS CASCATAS
O acesso às cascatas Roberto Barrios tem um custo de 30MXN. Esta pequena contribuição cobrada no momento em que atravessamos a aldeia que serve de porta de entrada à área florestal onde as cascatas se encontram, é certamente uma valiosa ajuda para esta comunidade que acaba por dividir o seu "território" com as dezenas de visitantes que ali passam diariamente.



PARA SABER MAIS SOBRE ESTA E OUTRAS VIAGENS,
ACOMPANHE O DIÁRIO DAS VIAGENS NAS REDES SOCIAIS: 

Sem comentários:

Enviar um comentário